Bagé / RS, Segunda-feira, 24 de Junho de 2019
Siga-nos:

Colunistas

Gladimir Aguzzi
Coluna: Papo de Elevador
Papo de Elevador

Papo de elevador

Gilmar de Quadros teve uma ideia
O jornalista colunista social Gilmar de Quadros resolveu opinar sobre o tão sonhado teatro de Bagé. E ele sugere que o prédio histórico do Clube Comercial passe para o município e seja transformado em teatro. Para isso haveria uma assembleia com os sócios, que teriam de concordar com a proposta, com a transferência, documentação, etc.

A minha opinião
Conheço o Gilmar de Quadros há muito tempo, somos amigos desde o tempo em que dirigia a Galeria de Artes Obino, a vinte metros do clube em questão. Em 1984, ele promoveu um debate sobre o teatro em Bagé na referida galeria. Portanto, o colunista não cai de paraquedas nesse tema. Além do mais, orgulha-se de dizer que sua coluna é de opinião, que pode não ser a minha. Que bom. Não é.

Debates e alternativas
Presido uma comissão para a construção do teatro municipal de Bagé, fui escolhido pela comunidade de artes cênicas e pela prefeitura, por meio do secretário de Gestão e Planejamento, Eduardo Deibler, a secretária de Cultura Anacarla Flores e o próprio prefeito. Desde 2017 temos nos reunido. Várias reuniões. E debatemos inúmeras alternativas para viabilizar o teatro.

Cinco locais do teatro
Entre as alternativas de locais, estão: o esqueleto do complexo do Edifício Consórcio, aquele que invade o Calçadão e envergonha a cidade; o antigo cine Glória, hoje alugado para a Igreja Universal; o prédio da antiga delegacia e do Correio do Sul, na rua General Sampaio esquina 20 de Setembro (inclusive com projeto feito); uma área nas proximidades da Urcamp, e o terreno anexo à Biblioteca Pública Otávio Santos.

Todos por um objetivo
Também discutimos o tamanho do teatro, se mil, 800 ou 500 lugares; se com salas cenotécnicas, salas para ensaios e cursos, se com mezanino, enfim. Até sugestão de nome para o teatro surgiu. Das reuniões participaram atores, bailarinos, músicos, arquitetos, engenheiros, políticos, etc. Discordamos e concordamos em vários pontos.

Queremos o esqueleto!
Em determinado momento houve consenso para que viabilizássemos o esqueleto do consórcio. Visitamos o local, que já tem estrutura para um cineteatro. Fomos ao Ministério Público, onde nos reunimos com o promotor de Justiça Éverton Meneses e os representantes do maior acionista do consórcio, filhos de Aristides Kucera. O maior acionista tem 18% das ações, 82% está dividido em mais de 700 sócios.

Encurralados
E o leitor sabe o que foi definido no Ministério Público? Que teríamos de reunir consorciados em uma assembleia e convencê-los da cedência à prefeitura daquele complexo. Estamos até agora tentando buscar filhos e netos de consorciados, além dos próprios. Fomos encurralados.
É uma trajetória de lutas, de convencimento, de diplomacia, de despojamento e humildade.

O produtor cultural
No ano passado, por ocasião do lançamento do calendário de eventos dos 50 anos do Conselho Estadual de Cultura do Estado fomos a Porto Alegre, eu, o secretário Deibler e o presidente do Conselho Municipal de Cultura Neimar Rodrigues. Nesse dia, em frente do então Secretário de Cultura do Estado, Vitor Hugo, foi nos apresentado pelo bageense e conselheiro Ruben Oliveira, o produtor cultural Francisco Rollof, que está construindo um grande teatro em Ijuí através da Lei de Incentivo à Cultura do RS.

Prioridades do teatro
O produtor Rollof veio a Bagé para conhecer nossa realidade e apresentar uma proposta para o teatro municipal. A secretária Anacarla o levou ao prefeito Divaldo Lara. Bagé oferece a área, o produtor faz o teatro sem custos para o município, que será “nosso”, da cidade.
Condição número 1: - A prioridade de uso é de quem faz teatro, dança e música. A prioridade é do artista, embora a administração seja feita por uma associação, fundação ou pela própria prefeitura.

Teatro e biblioteca modernos
Terça-feira, Francisco Rollof voltou à cidade com o arquiteto Elson Engleitner para contar os caminhos que deve traçar para tornar o espaço diagonal à praça de Esportes o Teatro Municipal de Bagé e a biblioteca que já está ali mais moderna. Ouviu sugestões em reunião. Disse que a obra deve custar em torno de R$ 3,5 milhões e não vê dificuldade em captar os recursos. Agora, temos que partir para os trâmites legais exigidos.

O prédio e o estatuto
Quanto à ideia do Gilmar, o ideal é que o presidente do clube se dirija à comissão do teatro e demonstre seu interesse em entregar o prédio à prefeitura, que elaborará um documento firmando que o “futuro teatro” obedecerá ao estatuto de funcionamento da comissão de teatro dos artistas de Bagé. A ideia é boa. O prédio é lindo. O problema é a questão jurídica a se arrastar add infinitum.
Ah, o interior perderá sua característica, a arquitetura atual exige conforto, acessibilidade, segurança, orientação espacial, entre outros.

Antes que eu morra
Sendo assim, o medo de artistas como Michel Godinho é que seu filho Théo não veja o teatro pronto; que eu já esteja morto (talvez sugira meu nome para a sala de ensaios), e que ante os impasse jurídico e social, o colunista Gilmar de Quadros diga que, embora não fosse às reuniões da tal comissão, sua coluna é de opinião e era só uma opinião.
E continuaremos sem o teatro.
Logo agora que chegamos tão perto.

Lei de incentivo e festival
Além do teatro, a comissão em parceria com o conselho de cultura estuda a viabilidade de uma lei municipal de incentivo à cultura, aumento do orçamento da Secretaria de Cultura e o festival de teatro de Bagé.
Ah, aceitamos opiniões. Mesmo que não sejam as nossas, serão bem-vindas.
(Na quarta a segunda parte da iluminação pública em Bagé)

Comente essa notícia
Exibindo 1 a 10 de 93 resultados encontrados
  • 22/06/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    Assunto novo
    Na última quarta-feira, comecei a abordar neste espaço o histórico dos partidos predominantes em Bagé em determinados períodos. Parei em 2000 para continuar com o relato do domínio do PT até chegar nos tempos atuais com o PTB e comparar com o velho trabalhismo pré-1964....
  • 19/06/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    É tempo de PTB
    O PTB é o maior partido de Bagé. Em densidade, autoridade e poder. O PTB, depois de 55 anos, volta a ser o maior partido da Rainha da Fronteira.
    Antes de voltar a falar no histórico do PTB em Bagé e sua jornada até se tornar o maior de todos, quero lembrar que PDS, PDT e PT já...
  • 15/06/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    A Santa Casa e a história
    Aproveito o tema de capa do Folha do Sul de ontem para contar um pouco sobre a história da Santa Casa de Caridade de Bagé, valho-me das publicações de Jorge Reis, Tarcísio Taborda, Mário Lopes, Harry Rottermund e Elizabeth Macedo de Fagundes.  A instituição Santa Casa...
  • 12/06/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    Que conversa é essa?
    Circula nas redes sociais versões adulteradas das conversas “hackeadas” de Sérgio Moro e Deltan Dallagnol. Li duas versões, em uma delas está escrito que “a sentença no Tribunal Regional Federal da 4ª Região já está combinada”. Também li a conversa original e, como tantos,...
  • 08/06/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    No tempo do Brasil
    Foi-se o tempo em que o Brasil parava no horário dos jogos da Seleção Brasileira. Não para mais. Talvez seja essa nossa mania de querer imitar os outros, ser grande à moda dos outros. Isso só nos apequena. Voltamos ao tempo de antes de 1958, retornamos ao nosso complexo de...
  • 05/06/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    Camelôs!
    E o vereador Lelinho “Lula Livre” Lopes pediu vista do projeto dos camelôs, que foi ao plenário da Câmara Municipal nesta segunda-feira, dia 3. Para a maioria que ouviu falar no projeto como o de autorização para o funcionamento do Centro Popular de Compras no Calçadão, no espaço da...
  • 01/06/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    Qual Câmara?
    Contei na última quarta-feira que um amigo me perguntou qual a melhor Câmara de Vereadores que tivemos? Pergunta difícil. Em primeiro lugar porque a Câmara como a concebemos existe desde os tempos do império, foi constituída em Bagé logo após a Revolução Farroupilha, tem uma...
  • 29/05/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    Qual a melhor Câmara?
    Outro dia um amigo me perguntou:
    - Tu que acompanhas a política de Bagé há tanto tempo, qual a melhor Câmara de Vereadores que tivemos?
    Entendi que ele estava me perguntando qual a legislatura, referindo-se a qualidade dos eleitos. Portanto, eis aí uma pergunta difícil...
  • 24/05/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    A trajetória do PT em Bagé
    O PT de Bagé chegou à prefeitura na eleição de 2000. Até lá amargou derrotas em 1985, com Luiz Mainardi; em 1988, com Valdir Gomes; em 1992, com Mainardi, e em 1996 mais uma vez com Mainardi. Nessa trajetória concorreu sozinho, depois com PSB e mais tarde com PMDB.
  • 22/05/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    Ingovernável sem conchavos
    Na semana passada, o presidente Jair Bolsonaro compartilhou em redes de WhatsApp o texto de um tal Paulo Portinho, funcionário público, que, trocando em miúdos, alerta ser o Brasil ingovernável sem conchavos políticos. Isso causou um rebuliço enorme. A renúncia do...
Exibindo 1 a 10 de 93 resultados encontrados
  • Página de 10
Clique TV
OPERAÇÃO SÃO CRISTOVAN | POLÍCIA CIVIL BAGÉ
Assista também:
OPERAÇÃO EMBOSCADA | POLÍCIA CIVIL
Clique Social

Coluna Social

“É mais fácil obter o que se deseja com um sorriso do que à ponta da espada”
William Shakespeare
 
Punta & paz de espírito
Salve, salve amigos...

Notícias mais lidas do dia

Clique Horóscopo

Áries

Sol e vens continuam seu caminho unidos em leão ainda motivando seu coração. Lua e mercúrio em virgem melhoram as relações de trabalho e possibilitam acordos de negócios. planos e projetos em alta.

Touro

Mercúrio e lua em virgem e ainda seu regente unido ao sol em leão abrem espaços em sua vida para um novo amor entrar. Se já for comprometido, melhora sensivelmente seu relacionamento. Finanças em alta.

Gêmeos

Seu regente entra em virgem e sua capacidade intelectual e mental aumentam sensivelmente. A fase é ótima para rever assuntos relacionados à sua família ou a questões domesticas. Comunicação em alta.

Câncer

Venus e sol unidos em leão continuam trazendo benefícios à sua vida financeira. O momento é ótimo também para pequenas viagens e assuntos de trabalho relacionados à comunicação. Amor em fase neutra.

Leão

Venus e sol em seu signo continuam agindo positivamente em sua vida, especialmente a amorosa e financeira. Mercúrio unido à lua aumenta ainda mais as possibilidades de bons acordos de negócios e ganhos financeiros.

Virgem

Mercúrio e lua em seu signo melhoram o astral que anda meio baixo, com queda de energia. Procure relaxar e manter-se protegido de ambientes e pessoas carregadas. A fase é ótima para acordos comerciais e a comunicação.

Libra

Mercúrio e lua em virgem derrubam sua energia, apesar das demandas sociais. A fase é ótima para a reflexão e a meditação. Seu regente unido ao sol em leão abrem portas para novos contatos comerciais.

Escorpião

Mercúrio e lua em virgem mobilizam sua vida social e amizades neste período. Venus e sol unidos em leão ainda beneficiam sua carreira e vida profissional. A fase é ótima para a comunicação e novos contratos.

Sagitário

O sol e Venus em leão continuam ativando seus estudos e as viagens podem se tornar seu foco neste momento. Carreira e vida profissional em alta, com possibilidade de novos projetos ou propostas de trabalho.

Capricórnio

Mercúrio e lua em virgem aceleram seus projetos e planos futuros e assuntos relacionados a viagens longas e contato com estrangeiros. Fase de grande otimismo e espiritualidade renovada. Amor em alta.

Aquário

Venus e sol em leão continuam mobilizando contatos e parcerias e melhorando seus relacionamentos afetivos e de amizades. A fase é das melhores. Cuidado apenas para não se deixar levar por pensamentos negativos.

Peixes

O trabalho continua sendo beneficiado pela passagem de Venus e do sol pelo signo de leão. Mercúrio e lua em virgem mobilizam seus relacionamentos pessoais e parcerias comerciais. Amor em alta.