Bagé / RS, Segunda-feira, 24 de Junho de 2019
Siga-nos:

Colunistas

Gladimir Aguzzi
Coluna: Papo de Elevador
Papo de Elevador

Papo de elevador

Iluminação pública
A alternativa encontrada pela prefeitura para mudar o sistema de iluminação pública de Bagé está embasada em dois princípios: economia e garantia de segurança. Além do embelezamento da cidade, que deverá ter uma luminosidade melhor e harmônica. Mas, enquanto isso não acontece, vamos lembrar, através do historiador Tarcísio Taborda (sempre ele), o que era Bagé antes de inaugurar a iluminação por eletricidade.

Novidades da Europa e Buenos Aires
Em abril de 1980, Tarcísio Taborda escrevia no jornal Correio do Sul que os bageenses que visitavam a Europa e Buenos Aires ao voltarem à “terra natal” contavam maravilhas da luz elétrica. Alardeavam a claridade produzida pelas lâmpadas que substituíam a iluminação a gás. Isto lá pelos fins do século XIX.

Campos e Juiz de Fora
No mundo, a luz elétrica começou a ser usada na segunda metade do Século XIX e entrou em uso no Brasil pela cidade de Campos de Goytacazes, interior do RJ, que no dia 24 de julho de 1883 inaugurou a primeira iluminação elétrica da América do Sul, seguida por Juiz de Fora, em Minas, em 5 de setembro de 1889.
Vale lembrar que a primeira lâmpada elétrica foi criada em 1879, por Tomas Edison.

A luz de Bagé em 1888
Enquanto isso, em Bagé as casas ainda se iluminavam por velas, lampiões e lamparinas. Nas ruas se usavam lampiões a querosene, que por economia nas noites enluaradas não se acendiam. Um relatório da Câmara de Vereadores de 1888 reclamava que a iluminação era por demais deficiente.

Os vereadores e os lampiões
Até o final do século XIX existiam 106 quadras em Bagé e 100 lampiões. A Câmara reivindicava da Intendência (prefeitura) no mínimo 424 lampiões, quatro em cada esquina, sendo um lampião em cada face de quadra. Mas, parece que a reclamação da Câmara, registrada em 1888, não deu em nada. Ou seja, não melhorou a iluminação da cidade.

O prefeito José Otávio
Em 1897, 10 anos depois do ato reivindicatório dos vereadores, o intendente José Otávio Gonçalves em relatório à Câmara afirmou: “É muito deficiente a iluminação das nossas ruas e praças, feitas a querosene, o que não está de acordo com o grau de adiantamento material desta cidade. (...)” José Otávio, que assumiu a prefeitura naquele ano, teria de ser ágil e eficaz para fazer o que já deveria ter sido feito. E foi.

Proposta aprovada
No ano seguinte, em 1898, o prefeito José Otávio já comunicava à Câmara de Vereadores que a proposta pública de Manoel Antônio de Azevedo Caminha para o fornecimento de luz elétrica na cidade foi aprovada e assinado o respectivo contrato. A seguir, o concessionário, vencedor da licitação transferiu à empresa Guillayn & Cia. a ordem de trabalho da iluminação de Bagé.

Prefeitura e Câmara em 1898
O objetivo do prefeito era inaugurar “a luz elétrica” em março de 1899. No seu comunicado à Câmara afirmou que “com satisfação, vos digo, que, sendo esse ramo das administrações municipais um dos que mais ônus acarreta para os cofres do município, foi entretanto contratada em Bagé em ótimas condições de preços e qualidade”.

Emílio Guilayn
Emílio Guilayn, titular da sociedade, junto com seu gerente, João Maria Peixoto, começou o trabalho pela construção da sede da usina, até hoje o prédio está ali, na Juvêncio Lemos, onde funciona o escritório da CEEE. Os equipamentos foram contratados de uma empresa de Buenos Aires e transportados para Bagé.

Povo curioso
Interessante deve ter sido ver a população curiosa acompanhando a colocação dos postes, a distribuição dos fios e a instalação dos focos, com lâmpadas de arco voltaico e algumas incandescentes. Muitos estavam incrédulos e outros com medo em que aquilo tudo podia dar. No final do século XIX essa tal “modernidade já assustava”.  

A alma do progresso
A propaganda da prefeitura dizia que a luz elétrica seria a alma animadora de novos passos para o progresso, que chegava em Bagé antes da capital do Brasil, Rio de Janeiro.
Tudo pronto. Foi escolhido o dia 4 de junho de 1899 para a inauguração.  
As previsões do prefeito José Otávio não ficaram longe da realidade. Ele previu março.

Testes e programação festiva
A programação dos festejos previa: corrida de bicicletas, batalha de flores, bailes, concertos e muitos discursos. De Rio Grande e Pelotas viria um trem especial trazendo excursionistas para assistirem o grande espetáculo.
Antes disso era preciso fazer alguns testes, de preferência na própria casa do construtor, que serviria de “cobaia” à luz elétrica de Bagé. E assim foi... (continua no sábado)

Comente essa notícia
Exibindo 1 a 10 de 93 resultados encontrados
  • 22/06/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    Assunto novo
    Na última quarta-feira, comecei a abordar neste espaço o histórico dos partidos predominantes em Bagé em determinados períodos. Parei em 2000 para continuar com o relato do domínio do PT até chegar nos tempos atuais com o PTB e comparar com o velho trabalhismo pré-1964....
  • 19/06/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    É tempo de PTB
    O PTB é o maior partido de Bagé. Em densidade, autoridade e poder. O PTB, depois de 55 anos, volta a ser o maior partido da Rainha da Fronteira.
    Antes de voltar a falar no histórico do PTB em Bagé e sua jornada até se tornar o maior de todos, quero lembrar que PDS, PDT e PT já...
  • 15/06/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    A Santa Casa e a história
    Aproveito o tema de capa do Folha do Sul de ontem para contar um pouco sobre a história da Santa Casa de Caridade de Bagé, valho-me das publicações de Jorge Reis, Tarcísio Taborda, Mário Lopes, Harry Rottermund e Elizabeth Macedo de Fagundes.  A instituição Santa Casa...
  • 12/06/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    Que conversa é essa?
    Circula nas redes sociais versões adulteradas das conversas “hackeadas” de Sérgio Moro e Deltan Dallagnol. Li duas versões, em uma delas está escrito que “a sentença no Tribunal Regional Federal da 4ª Região já está combinada”. Também li a conversa original e, como tantos,...
  • 08/06/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    No tempo do Brasil
    Foi-se o tempo em que o Brasil parava no horário dos jogos da Seleção Brasileira. Não para mais. Talvez seja essa nossa mania de querer imitar os outros, ser grande à moda dos outros. Isso só nos apequena. Voltamos ao tempo de antes de 1958, retornamos ao nosso complexo de...
  • 05/06/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    Camelôs!
    E o vereador Lelinho “Lula Livre” Lopes pediu vista do projeto dos camelôs, que foi ao plenário da Câmara Municipal nesta segunda-feira, dia 3. Para a maioria que ouviu falar no projeto como o de autorização para o funcionamento do Centro Popular de Compras no Calçadão, no espaço da...
  • 01/06/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    Qual Câmara?
    Contei na última quarta-feira que um amigo me perguntou qual a melhor Câmara de Vereadores que tivemos? Pergunta difícil. Em primeiro lugar porque a Câmara como a concebemos existe desde os tempos do império, foi constituída em Bagé logo após a Revolução Farroupilha, tem uma...
  • 29/05/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    Qual a melhor Câmara?
    Outro dia um amigo me perguntou:
    - Tu que acompanhas a política de Bagé há tanto tempo, qual a melhor Câmara de Vereadores que tivemos?
    Entendi que ele estava me perguntando qual a legislatura, referindo-se a qualidade dos eleitos. Portanto, eis aí uma pergunta difícil...
  • 24/05/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    A trajetória do PT em Bagé
    O PT de Bagé chegou à prefeitura na eleição de 2000. Até lá amargou derrotas em 1985, com Luiz Mainardi; em 1988, com Valdir Gomes; em 1992, com Mainardi, e em 1996 mais uma vez com Mainardi. Nessa trajetória concorreu sozinho, depois com PSB e mais tarde com PMDB.
  • 22/05/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    Ingovernável sem conchavos
    Na semana passada, o presidente Jair Bolsonaro compartilhou em redes de WhatsApp o texto de um tal Paulo Portinho, funcionário público, que, trocando em miúdos, alerta ser o Brasil ingovernável sem conchavos políticos. Isso causou um rebuliço enorme. A renúncia do...
Exibindo 1 a 10 de 93 resultados encontrados
  • Página de 10
Clique TV
OPERAÇÃO SÃO CRISTOVAN | POLÍCIA CIVIL BAGÉ
Assista também:
OPERAÇÃO EMBOSCADA | POLÍCIA CIVIL
Clique Social

Coluna Social

“É mais fácil obter o que se deseja com um sorriso do que à ponta da espada”
William Shakespeare
 
Punta & paz de espírito
Salve, salve amigos...

Notícias mais lidas do dia

Clique Horóscopo

Áries

Sol e vens continuam seu caminho unidos em leão ainda motivando seu coração. Lua e mercúrio em virgem melhoram as relações de trabalho e possibilitam acordos de negócios. planos e projetos em alta.

Touro

Mercúrio e lua em virgem e ainda seu regente unido ao sol em leão abrem espaços em sua vida para um novo amor entrar. Se já for comprometido, melhora sensivelmente seu relacionamento. Finanças em alta.

Gêmeos

Seu regente entra em virgem e sua capacidade intelectual e mental aumentam sensivelmente. A fase é ótima para rever assuntos relacionados à sua família ou a questões domesticas. Comunicação em alta.

Câncer

Venus e sol unidos em leão continuam trazendo benefícios à sua vida financeira. O momento é ótimo também para pequenas viagens e assuntos de trabalho relacionados à comunicação. Amor em fase neutra.

Leão

Venus e sol em seu signo continuam agindo positivamente em sua vida, especialmente a amorosa e financeira. Mercúrio unido à lua aumenta ainda mais as possibilidades de bons acordos de negócios e ganhos financeiros.

Virgem

Mercúrio e lua em seu signo melhoram o astral que anda meio baixo, com queda de energia. Procure relaxar e manter-se protegido de ambientes e pessoas carregadas. A fase é ótima para acordos comerciais e a comunicação.

Libra

Mercúrio e lua em virgem derrubam sua energia, apesar das demandas sociais. A fase é ótima para a reflexão e a meditação. Seu regente unido ao sol em leão abrem portas para novos contatos comerciais.

Escorpião

Mercúrio e lua em virgem mobilizam sua vida social e amizades neste período. Venus e sol unidos em leão ainda beneficiam sua carreira e vida profissional. A fase é ótima para a comunicação e novos contratos.

Sagitário

O sol e Venus em leão continuam ativando seus estudos e as viagens podem se tornar seu foco neste momento. Carreira e vida profissional em alta, com possibilidade de novos projetos ou propostas de trabalho.

Capricórnio

Mercúrio e lua em virgem aceleram seus projetos e planos futuros e assuntos relacionados a viagens longas e contato com estrangeiros. Fase de grande otimismo e espiritualidade renovada. Amor em alta.

Aquário

Venus e sol em leão continuam mobilizando contatos e parcerias e melhorando seus relacionamentos afetivos e de amizades. A fase é das melhores. Cuidado apenas para não se deixar levar por pensamentos negativos.

Peixes

O trabalho continua sendo beneficiado pela passagem de Venus e do sol pelo signo de leão. Mercúrio e lua em virgem mobilizam seus relacionamentos pessoais e parcerias comerciais. Amor em alta.