Bagé / RS, Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2019
Siga-nos:

Colunistas

Gladimir Aguzzi
Coluna: Papo de Elevador
Papo de Elevador

Papo elevador

Manoel Machado e a semana crioula
Outro dia ouvi o vice-prefeito Manoel Machado lamentar que a Semana Crioula Internacional de Bagé tenha perdido sua força e, por consequência, seu status de grande festa das tradições gaúchas, não apenas no Rio Grande do Sul, mas também nos países vizinhos, como Uruguai, Argentina e Paraguai.


Arraigada cultura
Manoel Machado demonstrou um grande conhecimento sobre a festa e sua importância para a cultura do homem do campo. A cultura de raiz. Porque a Semana Crioula é a manifestação do peão, do autêntico gaúcho, do fogo de chão, da tertúlia, da doma, da esquila, do laço, do pealo, da culinária. É a música, a dança, o assado, o chimarrão, a lide campeira. 

A evolução das festas campeiras
Basta conhecer a data dos festejos que deram origem à Semana Crioula e podemos compreender um pouco de sua importância histórica. Em 1939 ganhou o nome de “Gauchadas”, idealizadas por Félix Contreiras Rodrigues. Era uma espécie de olimpíada campeira. Lá por 48 eram realizadas no campo do glorioso Guarany Futebol Clube. E assim ia, transformando-se, evoluindo, mas sempre mantendo o cultivo da tradição.

CTG 93
O Centro de Tradições Gaúchas 93 tem fundamental importância no surgimento da Semana Crioula Internacional como o bageense aprendeu a conhecer. Já em 1970, a Ronda Crioula era grande “demais” para a chácara do 93, daí a necessidade de um lugar maior e com melhor estrutura. Foi para o Parque da Rural.

Evento oficial desde 1961
Tem uma lei na Câmara Municipal de Vereadores, datada de 1961, assinada pelo prefeito João Batista Fico, que oficializa a Semana Crioula, promovida pelo Centro de Tradições Gaúchas 93, promovida anualmente de 23 a 31 de dezembro.
Mais tarde, de 1995 a 2014, essa “oficialização” foi renovada quatro vezes, ou mais. Os dias e o mês mudaram.

Manifestação popular
Bom, mas a verdade nisso tudo é que se trata da manifestação autêntica do homem do campo, do centauro, do gaúcho, do homem a cavalo. Nada é mais original que a cultura popular. E a Semana Crioula Internacional de Bagé surge dessa manifestação, com os idos dos anos se tornou uma grande festa do cultivo das tradições. No entanto, nunca perdeu sua autenticidade. É diferente da Expofeira, que é uma festa de negócios, e permite até sertanejo universitário.

O patrocínio da Funarte
Em 1980 ocorreu a décima edição com o patrocínio da Funarte. Foi feito um convênio da prefeitura com a Fundação Nacional de Artes. Na primeira cláusula do contrato está escrito “o objeto do presente convênio se enquadra nas finalidades da Funarte”.
Os principais objetivos da instituição, hoje vinculada ao Ministério da Cidadania, são o incentivo à produção e à capacitação de artistas, o desenvolvimento da pesquisa, a preservação da memória e a formação de público para as artes no Brasil.

O Rodeio de Vacaria
Houve um período de tempo em que o Rodeio de Vacaria acontecia em um ano e a Semana Crioula em outro, a pedido do governo do Estado, que patrocinava os dois eventos. Lá continua sendo bianual e, hoje, é considerada a maior festa tradicionalista gaúcha.
Será que nos resta apenas lamentar?

A retomada
No frigir dos ovos, a moral de toda essa história é que o vice-prefeito Manoel Machado demonstrou interesse em retomar a festa em seu fio da meada e torná-la forte de novo. Deverá conversar com o prefeito Divaldo Lara, com a direção da Rural, CTGs, enfim. A vontade é fazer em nome da tradição gaúcha. Tomara leve adiante esse ideal.

E dinheiro para tudo?
Ouvi dizer de um membro da direção da Associação/Sindicato Rural (não consegui autorização para citar seu nome, mas porque não o encontrei) que o gasto com a festa é de R$ 120 mil. Assim mesmo apertando nos cascos. Só para deixar o parque estruturado, com trabalhadores, cavalos, bovinos, ovinos, entre outros, não é fácil. Para se ter uma ideia, teve Semana Crioula com 180 ginetes inscritos. E cavalo para essa gineteada toda? Tudo custa dinheiro. E não é pouco.

Gasto ou investimento?
É claro que pelo tamanho do evento, ou pelo tamanho que pode ter, R$ 120 mil parece pouco. Afinal, há um cálculo de que cada um real investido em cultura o ganho é de 60%. Ou seja, investe R$ 1 e o município ganhará R$ 1,60.
Manoel Machado acredita que é preciso pensar grande e que esse pode ser o grande evento da cultura gaúcha no Brasil. 

Comente essa notícia
Exibindo 1 a 10 de 58 resultados encontrados
  • 20/02/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    O confronto vem de longe
    Muitas vezes a realidade dos fatos assusta. Principalmente, quando há o confronto, feito espelho, a bater no rosto, pelas páginas de um jornal. No início do século passado, por um período de 10 anos, os editoriais do Correio do Sul e de O Dever travavam uma grande...
  • 16/02/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    A oposição em 2019 e 2020
    Não espero sensatez de quem pretende na Câmara de Vereadores fazer oposição ao governo municipal este ano e no próximo. Em primeiro lugar porque sei quem estará por trás das ações dos opositores Chico Socialista e Lelinho do PT. A ordem é atacar. O plano tem até...
  • 13/02/2019 - Papo de Elevador

    PAPO DE ELEVADOR

    Um jornalista de opinião e posição
    Morreu Ricardo Boechat e com ele um pedaço enorme do jornalismo de opinião no Brasil.
    Morreu Ricado Boechat e tomara que sirva de exemplo a coragem tão necessária para quem tem que dizer e diz.
    Morreu Ricardo Boechat. Um jornalista comprometido, que...
  • 06/02/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    A Lei Anticrime de Bolsonaro e Moro
    Talvez o maior avanço da Lei Anticrime do governo Bolsonaro, apresentada segunda-feira, pelo ministro Sérgio Moro, seja impedir a procrastinação do processo. Uma pena deixar de ser aplicada porque um processo se arrasta por anos a fio, até a prescrição. Quem...
  • 02/02/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    O discurso do Lara
    Ouvi o discurso de posse do presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, Luís Augusto Lara. Ouvi por meio da TV Assembleia. Quando ele disse que trocaria o discurso escrito pelo improviso, pensei:
    - Pronto. Lá vem a tentação de trocar os pés pelas mãos.
    É...
  • 30/01/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    A chegada de Pimenta no reino de Mainardi
    A primeira vez que ouvi falar em Paulo Roberto Severo Pimenta foi em 2002, quando fez 900 votos em Bagé para deputado federal pelo PT. Mais que Pimenta, do mesmo partido, só Caio Ferreira e Luciana Genro. Que depois saíram do PT. Quer dizer, saíram até...
  • 26/01/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    Sem política é assim
    Quando não trato de política leio e ouço reclamações do tipo:
    - Não estou gostando mais da tua coluna no jornal, parasse de falar em política.
    - Afinal, o que houve? Andaram te assustando que parasse de criticar esses esquerdas?
    E ainda:
    - Oi, Gladimir. Tudo bom? Sou...
  • 23/01/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    O teatro e a egolatria cultural Muitas vezes nos perguntamos, como sociedade organizada, cultivada em tradições culturais, por que não temos um teatro de verdade, uma casa de espetáculos arquitetada para espetáculos de arte? O que há? O que houve? Como fomos tropeçar tanto em nossa...
  • 19/01/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    A chuva e a fundação de Bagé Devia estar bem assim o tempo, como nos últimos dias, chuva e chuva, no mês da fundação de Bagé, julho de 1811. Os arroios cheios, transbordando, inviabilizando a viagem do Exército Pacificador de Dom Diogo de Souza que rumava para o Uruguai. Não fosse a...
  • 16/01/2019 - Papo de Elevador

    Papo de elevador

    Enredos e milagres O prefeito Divaldo Lara tem dito que a atual gestão faz milagre com o dinheiro que está disponível para investimentos no município, dado o montante de dívidas a pagar, o débito de R$ 7 milhões do Estado com a Saúde, o enredo todo que restou a grande obra da barragem,...
Exibindo 1 a 10 de 58 resultados encontrados
  • Página de 6
Clique TV
Qualidade de Vida
Assista também:
Daniel em Bagé
Clique Social

Coluna Social

“Quando todos descobrirem o prazer de levantar quem está no chão, o mundo dará um grande passo no processo de regeneração previsto para este...

Notícias mais lidas do dia

Clique Horóscopo

Áries

Sol e vens continuam seu caminho unidos em leão ainda motivando seu coração. Lua e mercúrio em virgem melhoram as relações de trabalho e possibilitam acordos de negócios. planos e projetos em alta.

Touro

Mercúrio e lua em virgem e ainda seu regente unido ao sol em leão abrem espaços em sua vida para um novo amor entrar. Se já for comprometido, melhora sensivelmente seu relacionamento. Finanças em alta.

Gêmeos

Seu regente entra em virgem e sua capacidade intelectual e mental aumentam sensivelmente. A fase é ótima para rever assuntos relacionados à sua família ou a questões domesticas. Comunicação em alta.

Câncer

Venus e sol unidos em leão continuam trazendo benefícios à sua vida financeira. O momento é ótimo também para pequenas viagens e assuntos de trabalho relacionados à comunicação. Amor em fase neutra.

Leão

Venus e sol em seu signo continuam agindo positivamente em sua vida, especialmente a amorosa e financeira. Mercúrio unido à lua aumenta ainda mais as possibilidades de bons acordos de negócios e ganhos financeiros.

Virgem

Mercúrio e lua em seu signo melhoram o astral que anda meio baixo, com queda de energia. Procure relaxar e manter-se protegido de ambientes e pessoas carregadas. A fase é ótima para acordos comerciais e a comunicação.

Libra

Mercúrio e lua em virgem derrubam sua energia, apesar das demandas sociais. A fase é ótima para a reflexão e a meditação. Seu regente unido ao sol em leão abrem portas para novos contatos comerciais.

Escorpião

Mercúrio e lua em virgem mobilizam sua vida social e amizades neste período. Venus e sol unidos em leão ainda beneficiam sua carreira e vida profissional. A fase é ótima para a comunicação e novos contratos.

Sagitário

O sol e Venus em leão continuam ativando seus estudos e as viagens podem se tornar seu foco neste momento. Carreira e vida profissional em alta, com possibilidade de novos projetos ou propostas de trabalho.

Capricórnio

Mercúrio e lua em virgem aceleram seus projetos e planos futuros e assuntos relacionados a viagens longas e contato com estrangeiros. Fase de grande otimismo e espiritualidade renovada. Amor em alta.

Aquário

Venus e sol em leão continuam mobilizando contatos e parcerias e melhorando seus relacionamentos afetivos e de amizades. A fase é das melhores. Cuidado apenas para não se deixar levar por pensamentos negativos.

Peixes

O trabalho continua sendo beneficiado pela passagem de Venus e do sol pelo signo de leão. Mercúrio e lua em virgem mobilizam seus relacionamentos pessoais e parcerias comerciais. Amor em alta.