Bagé / RS, Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2017
Siga-nos:

Colunistas

Paulo de Argollo Mendes
Coluna: Geral
Perfil: Médico gastroenterologista e presidente do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul
Geral

Fim de uma era de trevas?

Médico gastroenterologista e presidente do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers)

Nunca na história do Brasil se desvalorizou tanto uma categoria profissional como nos últimos anos. Médicos e estudantes de Medicina viram sua classe ser destroçada por políticas que visavam a subestimar e desorientar a população.
Em pouco mais de uma década, foram articuladas medidas com o único objetivo de massacrar um grupo para esconder o verdadeiro problema da saúde pública. Os de jaleco viraram os vilões sob a visão turva de um (des)governo, que colocou na classe a responsabilidade por todos os agravos gerados pela gestão irresponsável de recursos e forças da saúde.
Os investimentos na área não foram cumpridos, subfinanciando e colocando o Sistema Único de Saúde (SUS) em falência total, a ponto de o novo ministro da Saúde declarar abertamente sobre a possibilidade de rever a abrangência do atendimento, apesar da inconstitucionalidade de tal ajuste.
Pelo menos 1,5 mil procedimentos hospitalares incluídos na tabela SUS estão com valores defasados, colocando as instituições em situação financeira gravíssima, faltando com pagamentos, cortando atendimentos e prejudicando a população.
Foi permitido que médicos estrangeiros possam atuar no país sem a necessidade de revalidação do diploma, ou seja, sem a garantia de que estão aptos para atender os cidadãos brasileiros.
A abertura indiscriminada e irresponsável de cursos de Medicina é respaldada na falta de critérios para assegurar qualidade da formação, como corpo docente em número adequado.
Houve a tentativa de extinguir o título de “médico” dos diplomas, acabando com o direito de cursar pós-graduação no exterior. A presidente vetou a criação da Carreira Nacional de Médicos, que levaria doutores a regiões remotas, e mais vetos à Lei do Ato Médico, que define que a função do médico diagnosticar e tratar doenças.
Essas atitudes dos governantes em nada contribuem para honrar o nosso compromisso com os pacientes. Em 1931, sob a aura positivista dos tempos do governo Borges de Medeiros, os médicos reagiram à pressão, criaram o Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers) e não se renderam aos desmandos de governos que, ontem e hoje, definitivamente e flagrantemente não fazem bem à saúde.

Comente essa notícia
Enquete

Há poucos dias o Supremo Tribunal Federal decidiu que presos em situações degradantes têm direito a indenização por danos morais. A decisão foi unânime após o caso de um preso que ganhou o direito de receber R$ 2 mil em danos morais após passar 20 anos em um presídio em Corumbá, no Mato Grosso do Sul. Você concorda com a decisão da mais alta corte do país?

  • NÃO. O Estado brasileiro sofre uma grave crise econômica para que se possa “pagar” indenizações para todo o preso que se achar em uma situação degradante. Essa decisão abre jurisprudência e não será dessa forma que os governos irão resolver a situação precária dos presídios. Deve-se atualizar o Código Penal e redirecionar recursos para mais segurança à sociedade.
    ( 78.6% )
  • SIM. É notório que a superlotação e as péssimas condições dos presídios brasileiros acabam por não recuperar grande parte dos apenados que retornam ao crime. O Estado deve repensar o sistema prisional do país para que não ocorram mais rebeliões como no Norte e Nordeste, nem sejam espaços de domínio de organizações criminosas. A decisão é um recado do Judiciário para que os governos invistam em novas prisões.
    ( 21.4% )
Ver resultado parcial
Quero votar
Clique TV
Show - Guri de Uruguaiana - Bagé
Assista também:
Operação "Lenhador" prende homem acusado de liderar o tráfico de drogas na região da Campanha
Clique Social

Coluna Social

Divulgação/FS

NADA de discussões, papo político partidário nenhum. A música era a convidada de honra. O maestro Joab Muniz falou de seu projeto de construção do...

Notícias mais lidas do dia

Clique Horóscopo

Áries

Sol e vens continuam seu caminho unidos em leão ainda motivando seu coração. Lua e mercúrio em virgem melhoram as relações de trabalho e possibilitam acordos de negócios. planos e projetos em alta.

Touro

Mercúrio e lua em virgem e ainda seu regente unido ao sol em leão abrem espaços em sua vida para um novo amor entrar. Se já for comprometido, melhora sensivelmente seu relacionamento. Finanças em alta.

Gêmeos

Seu regente entra em virgem e sua capacidade intelectual e mental aumentam sensivelmente. A fase é ótima para rever assuntos relacionados à sua família ou a questões domesticas. Comunicação em alta.

Câncer

Venus e sol unidos em leão continuam trazendo benefícios à sua vida financeira. O momento é ótimo também para pequenas viagens e assuntos de trabalho relacionados à comunicação. Amor em fase neutra.

Leão

Venus e sol em seu signo continuam agindo positivamente em sua vida, especialmente a amorosa e financeira. Mercúrio unido à lua aumenta ainda mais as possibilidades de bons acordos de negócios e ganhos financeiros.

Virgem

Mercúrio e lua em seu signo melhoram o astral que anda meio baixo, com queda de energia. Procure relaxar e manter-se protegido de ambientes e pessoas carregadas. A fase é ótima para acordos comerciais e a comunicação.

Libra

Mercúrio e lua em virgem derrubam sua energia, apesar das demandas sociais. A fase é ótima para a reflexão e a meditação. Seu regente unido ao sol em leão abrem portas para novos contatos comerciais.

Escorpião

Mercúrio e lua em virgem mobilizam sua vida social e amizades neste período. Venus e sol unidos em leão ainda beneficiam sua carreira e vida profissional. A fase é ótima para a comunicação e novos contratos.

Sagitário

O sol e Venus em leão continuam ativando seus estudos e as viagens podem se tornar seu foco neste momento. Carreira e vida profissional em alta, com possibilidade de novos projetos ou propostas de trabalho.

Capricórnio

Mercúrio e lua em virgem aceleram seus projetos e planos futuros e assuntos relacionados a viagens longas e contato com estrangeiros. Fase de grande otimismo e espiritualidade renovada. Amor em alta.

Aquário

Venus e sol em leão continuam mobilizando contatos e parcerias e melhorando seus relacionamentos afetivos e de amizades. A fase é das melhores. Cuidado apenas para não se deixar levar por pensamentos negativos.

Peixes

O trabalho continua sendo beneficiado pela passagem de Venus e do sol pelo signo de leão. Mercúrio e lua em virgem mobilizam seus relacionamentos pessoais e parcerias comerciais. Amor em alta.