Bagé / RS, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018
Siga-nos:

Colunistas

George Teixeira Giorgis
Coluna: Opinião
Opinião

O inverno em Bagé

O inverno em Bagé sempre foi terrível. Estamos ainda a lembrar nossos tempos de ginásio, no Colégio Auxiliadora, quando, bem cedo da manhã, nossos pais nos chamavam, serviam-nos o café com leite, pão e manteiga e nos enviavam para o Auxiliadora. Vestia-se o uniforme amarelo, o talabarte, os sapatos pretos, a gola bem fechada, portando-se a pasta de couro com livros e cadernos dentro. Ingressava-se no pátio do educandário e aí se ouvia, pouco a pouco, a batida dos sinos. A primeira para que a gente se encaminhasse às filas sob a parte coberta. A segunda para que todos se alinhassem. A terceira com o fechamento definitivo do portão de ingresso e silêncio absoluto. Aí o Padre Conselheiro subia num banco e externava as recomendações do dia. Seguia-se o ingresso organizado na sala respectiva, deixando-se as cadernetas recolhidas, que iam para a Secretaria a fim de ali ser aposto o carimbo da frequência. Ao aproximar-se o final da manhã um discípulo ia buscar as cadernetas carimbadas, fazendo o professor da hora a redistribuição. O carimbo de “ausente” era vermelho. Se houvesse algum registro de indisciplina (ou algum aviso de valia) tudo era, nela, inserido. Mensalmente, ali se punham as notas (matéria por matéria), as faltas porventura ocorridas, alguma advertência levada ou alguma mensagem aos pais. Obrigatória era a frequência da missa das 9 horas aos domingos, atestada por outro carimbo no dia apropriado. Muitos alunos, postos para fora da aula por indisciplina (ou mau comportamento), eram “encostados” às colunas por algum tempo para manifestar-se ser intolerável a desobediência. E havia “o quadro de honra”, tamanho grande, pregado a uma parede alta no pátio, onde, em letras garrafais, eram postos os nomes dos cinco primeiros alunos do colégio. E, mais abaixo, em termos menores, os nomes dos cinco primeiros de cada aula (admissão, ginásio, científico). A emulação, assim, era estimulada e muitos estudavam bastante para, no quadro de honra, aparecer. Outrossim, no jornalzinho “O meu colégio” tudo isso aparecia. Indo, depois, tirar o curso clássico em PoA, no Colégio Rosário, que era preparatório para o vestibular de Direito e que só na capital existia, também lá era afixado, a todo começo de mês, a listagem dos mais aplicados, dos mais estudiosos, dos mais comportados, para servir de exemplo e estímulo aos demais. Será que os educandários, hodiernamente, conservam tão modelar costume?  x_x_x_x_ DIVERSAS - A Profª Lígia Mouchet Silva (viúva de nosso saudoso colega Dr. Hugo), aqui falecida, ingressou conosco (1958) no magistério do Colégio Estadual de Bagé (hoje, Dr. Carlos Kluwe), onde nós ficamos até metade de 1963. Sempre foi uma preceptora muito responsável e devotada. xxx "Cabala" quer dizer conluío, tramóia, maquinação."Pachorrento" = vagaroso, indolente. x_x_x_x_x Frédéric Francois Chopin (morto em 1849) foi um famosíssimo compositor francês. Sarah Bernhardt, falecida em 1923, foi a maior atriz francesa de seu tempo. Frans Liszt (morto em 1866) foi compositor e regente húngaro, até hoje recordado. Em Bagé, a Rua Senador Alberto Pasqualini está no bairro São Judas Tadeu, próxima à igreja do mesmo nome. A Rua Mãe Luciana = no Passo do Princípe. E a Rua Dr. Menotti Medici = na Vila Ipiranga. x_x_x_x_ Meritório o título que nosso Legislativo outorgou à Profª Sarita (nossa expressiva ex-aluna de Literatura Brasileira, em 1958, no Colégio Espírito Santo).

Texto revisado pelo autor  

Comente essa notícia
Exibindo 1 a 10 de 153 resultados encontrados
  • 27/06/2018 - Opinião

    Dom Gílio, o bispo

    Dom José Gomes, o primeiro bispo que veio povoar nossa Diocese, possuía tipo físico impressionante. Era orador pronto para qualquer solenidade religiosa, civil ou cívica. Falava e logo agradava. Infelizmente, porque se posicionou (certa vez) a favor de uma reforma agrária efetiva e justa, daqui...
  • 13/06/2018 - Opinião

    Perdas a lamentar

    A morte humana sempre desponta e chega. Às vezes é esperada (e, sob certa forma, quando o ente está a sofrer em desespero e sem cura). Quando acontece em idade avançada até se agradece a Deus por nos ter propiciado tanto tempo de convivência com o extinto.
             Bagé, na semana pretérita,...
  • 30/05/2018 - Opinião

    Diversas

    A greve, no final da semana ida, “atrapalhou” o país! Os prejuízos econômico-financeiros foram incontáveis e imensos. O direito de greve precisa ser revisto. -*-*-*- O lançamento da nova obra histórica do Dr. Lemieszek movimentou a noite bageense. Fernando Antônio leu mensagem sugestiva do Dr....
  • 16/05/2018 - Opinião

    Diversas

    Nesta noite, a tradicional e histórica Sociedade Uruguaia de Socorros Mútuos (há pouco revivida) abrirá suas portas para que o nosso venerando colega Dr. Inácio Severo autografe, para os amigos, seu livro mais recente “Novos apontamentos sobre restos de verdade”. Como sabido, a antiga entidade...
  • 03/05/2018 - Opinião

    Diversas

    Segundo nosso Código Civil, não podem ser admitidos como testemunhas os menores de dezesseis anos, o interessado no litígio, o amigo íntimo ou o inimigo capital das partes, dentre outros casos. Tal proibição acha-se inserida em seu art. 228. Consoante ainda seu art. 819 a fiança sempre será dada...
  • 18/04/2018 - Opinião

    DIVERSAS




    Falando-se de “idos tempos” da história de Bagé, rememore-se que, no segundo reinado, os municípios eram governados por juntas administrativas compostas de seis membros (tempos de Dom Pedro II). Vinda a República, em outubro de 1.891 foi eleito o 1º Conselho Municipal (hoje seria a Câmara...
  • 04/04/2018 - Opinião

    Uma formatura

    Em regra, hodiernamente, não frequentamos “formaturas” colegiais ou acadêmicas. Comparecemos, esporadicamente, às festas posteriores (caseiras ou em clubes e restaurantes), onde ficamos tão somente até a meia-noite, por hábito antigo. Recentemente (Rua Marechal Deodoro, 140, em frente ao nosso...
  • 21/03/2018 - Opinião

    O Carnaval de Bagé (antes)

    O Carnaval de Bagé, nas décadas de 40, 50, 60, etc. era algo fabuloso. As famílias mais tradicionais, que possuíam carros conversíveis, desfilavam pela Sete com fantasias ricas, jogando confete e serpentina nos passantes, além das que eram lançadas das sacadas dos prédios da mesma avenida. Com...
  • 07/03/2018 - Opinião

    A educação dos filhos

    Advogado

    Em nossos tempos de guri e menino os filhos ostentavam sempre obediência e respeito aos seus genitores. Idêntico comportamento perante professores e professoras. Os faltosos eram admoestados e punidos, particularmente nos colégios. Sempre havia estudantes vadios e descendentes...
  • 21/02/2018 - Opinião

    O Doutor Lili *

     O Dr. Luiz Mércio Teixeira (Dr. Lili), médico-pediatra humanitaríssimo, foi (e é) personalidade sempre lembrada na história de Bagé, em especial pelas velhas gerações. Líder político dos mais autênticos foi eleito (1.935) prefeito de Bagé pelo Partido Libertador coligado com o Partido...
Exibindo 1 a 10 de 153 resultados encontrados
  • Página de 16
Clique TV
Óptica Bagé - Dia dos Pais
Assista também:
Santa Edwiges - Dia dos Pais
Clique Social

Coluna Social

Divulgação/FS

NESTA temporada de propaganda eleitoral, nada melhor do que reler Patrick Charaudeau, professor de Ciências da Linguagem na Universidade de Paris...

Notícias mais lidas do dia

Clique Horóscopo

Áries

Sol e vens continuam seu caminho unidos em leão ainda motivando seu coração. Lua e mercúrio em virgem melhoram as relações de trabalho e possibilitam acordos de negócios. planos e projetos em alta.

Touro

Mercúrio e lua em virgem e ainda seu regente unido ao sol em leão abrem espaços em sua vida para um novo amor entrar. Se já for comprometido, melhora sensivelmente seu relacionamento. Finanças em alta.

Gêmeos

Seu regente entra em virgem e sua capacidade intelectual e mental aumentam sensivelmente. A fase é ótima para rever assuntos relacionados à sua família ou a questões domesticas. Comunicação em alta.

Câncer

Venus e sol unidos em leão continuam trazendo benefícios à sua vida financeira. O momento é ótimo também para pequenas viagens e assuntos de trabalho relacionados à comunicação. Amor em fase neutra.

Leão

Venus e sol em seu signo continuam agindo positivamente em sua vida, especialmente a amorosa e financeira. Mercúrio unido à lua aumenta ainda mais as possibilidades de bons acordos de negócios e ganhos financeiros.

Virgem

Mercúrio e lua em seu signo melhoram o astral que anda meio baixo, com queda de energia. Procure relaxar e manter-se protegido de ambientes e pessoas carregadas. A fase é ótima para acordos comerciais e a comunicação.

Libra

Mercúrio e lua em virgem derrubam sua energia, apesar das demandas sociais. A fase é ótima para a reflexão e a meditação. Seu regente unido ao sol em leão abrem portas para novos contatos comerciais.

Escorpião

Mercúrio e lua em virgem mobilizam sua vida social e amizades neste período. Venus e sol unidos em leão ainda beneficiam sua carreira e vida profissional. A fase é ótima para a comunicação e novos contratos.

Sagitário

O sol e Venus em leão continuam ativando seus estudos e as viagens podem se tornar seu foco neste momento. Carreira e vida profissional em alta, com possibilidade de novos projetos ou propostas de trabalho.

Capricórnio

Mercúrio e lua em virgem aceleram seus projetos e planos futuros e assuntos relacionados a viagens longas e contato com estrangeiros. Fase de grande otimismo e espiritualidade renovada. Amor em alta.

Aquário

Venus e sol em leão continuam mobilizando contatos e parcerias e melhorando seus relacionamentos afetivos e de amizades. A fase é das melhores. Cuidado apenas para não se deixar levar por pensamentos negativos.

Peixes

O trabalho continua sendo beneficiado pela passagem de Venus e do sol pelo signo de leão. Mercúrio e lua em virgem mobilizam seus relacionamentos pessoais e parcerias comerciais. Amor em alta.