Bagé / RS, Terça-feira, 23 de Abril de 2019
Siga-nos:

Colunistas

José Brasil Teixeira | Porto Alegre/RS
Coluna: Opinião
Opinião

Análise da figura paterna real e projetada

Existem na natureza humana e no seio da sociedade que a abriga tendências naturais de seus membros, uns para mandar, outros para serem mandados; e são feitos de modo tal para esses papéis, que não rendem da mesma forma em posições invertidas. Assim, o que manda é o que lidera, comanda, motiva uma relação de confiabilidade, mostra experiência, sobriedade, autoridade e... paternidade. Por outro lado, os que são mandados tem a aptidão de saberem se conduzir nessa posição, nela rendem e mostram que nem sempre vale a máxima de "quem manda, melhor faz"; quem sabe mesmo é quem está na execução, é cada um lá e os outros cá. São pessoas que desenvolvem aptidões diferentes, que não se sobrepõem mas que podem ser afins.
É fácil ao que lidera desenvolver e cultivar o carisma, de um lado por virtude própria e de outro, por um sentimento que naturalmente estimula ao seu redor; e que, aliás, o mantém, que é o sentimento de admiração, explicado por mecanismos de projeção e transferência, comuns em relações humanas. E assim, o carismático e os admiradores, necessitam-se entre si, mais ou menos numa relação de causa e efeito.
Feita essa pequena introdução talvez possamos melhor entender o que segue. A palavra que melhor qualifica a notícia abaixo é, sem dúvida, admiração; um determinado casal de não sei onde, em litígio conjugal, convidou, tempos atrás, o treinador de futebol Luís Felipe Scollari para testemunhar a sua reconciliação; única maneira de considerá-la séria, válida e duradoura, usando a seriedade do padrinho como garantia. Inusitado e aparentemente insólito, não é mesmo? Mas, apenas na aparência, pois é possível buscar algum fundamento. A segurança buscada pelo casal foi motivada na projeção da figura paterna no convidado, provocada pelo espirito de paternidade que ele próprio, sabidamente, difunde ou difundia, então.
Aprendemos desde os tenros anos de nossas vidas que é na figura do pai, que sempre introjetamos como uma figura exemplar, ou seja, se procedemos como o pai, procedemos certo, é nele o lugar onde reside os modelos de feio ou bonito, de certo ou errado, de quem aprendemos os fundamentos morais; e a noção que adquirimos se resume na palavra seriedade, o proibido e o permitido em seus devidos lugares. E é a seriedade que iremos buscar para adornar as atitudes mais importantes no decurso da vida. Assim, a aquisição da casa própria, bem inestimável que abrigará o lar, é preciso ser passado em cartório, com tabelião, reconhecimento de firma e com seriedade, igual como com outros bens similares. Casamento, sacramento cristão, embrião da família, tem que passar por igreja, juiz de paz, pelo padre, com a melhor roupa, com testemunha e... com seriedade. Formatura, colação de grau, desde o colégio até a universidade, é coisa séria; e é para ela que convidamos o mestre mais ilustre para apadrinhar a turma, com convidados como testemunhas; os formandos de beca e toga e o paraninfo fazendo um discurso sobre a seriedade da vida em relação à profissão e vice-versa; traduzindo o que os pais ali presentes gostariam de dizer a seus filhos, mas que lhes falta a eloquência.
E os índios, sociedade de homens crus, conviventes com a rusti-cidade, distantes da cultura dita civilizada e dos evangelhos, como será que procedem nesse particular e nesse conviver com a figura paterna? Igual, exatamente igual; a começar pelo cacique, que quase sempre é o mais velho, o mais experiente, o mais corajoso, o mais prudente e o mais sábio. Coisas de pai, a quem os outros obedecem com respeito e com prazer. Até escola de samba tem uma figura assim, é o patrono, com características diferentes mas com o mesmo peso.
Sendo a figura do nosso pai real uma figura sempre séria, ao menos aos nossos olhos, as pessoas nas quais os projetaremos ao longo da vida, deverão ser sempre figuras que inspirem seriedade. É por isso que o casal escolheu o Luís Felipe para presenciar a sua trégua ou recomeço, por ser ele um homem sério, com autoridade e inspirador de confiança.
É por isso que juiz togado não deve usar brinquinho e que padre não deveria abrir mão de usar batina!

Comente essa notícia
Exibindo 1 a 10 de 115 resultados encontrados
  • 06/04/2019 - Opinião

    Fé, espíritos e medicina

    A fé consiste em uma subjetividade peculiar, ou seja, ela é intrínseca, intransferível, incondicionada, de geração e evolução quase espontâneas, que só se manifesta de determinada forma e intensidade em um indivíduo específico. É impossível se ensinar a fé ou mesmo aprendê-la, sendo ela também...
  • 23/03/2019 - Opinião

    Entrar no céu

    Desde  os tempos remotos, quando os homens conceberam a existência de um comando superior, um deus nas suas mais variadas formas e, psicologicamente, também, premido pela negação da evidente,  inevitável e regular ocorrência da morte - da qual toda a mente sã tem aversão, até por instinto de...
  • 09/03/2019 - Opinião

    Deus anda por aí

    Para Josefina
     
           Desprendimento, doação, paciência, perseverança, respeito, complacência, criatividade, piedade, fidelidade, veneração, dedicação, lucidez, pureza, formosura, beleza, harmonia, melodia. 
           Convencimento, otimismo, confiança, determinação, fé, devoção, humildade,...
  • 06/03/2019 - Opinião

    A simples vida

    O importante é viver! Eis uma constatação que raramente se para para tomar consciência da extensão. Pois, é mesmo essa a nossa primeira e maior realidade, ainda que com frequência o nosso barco navegue sem um rumo consciente e voluntário. E que, muitas vezes, um bom observador analise melhor...
  • 25/02/2019 - Opinião

    A morte segundo a vida


             Com o passar dos anos e a chegada da maturidade, as pessoas tendem a ter acentuadas suas virtudes e seus defeitos prévios, acontecendo em muitos casos a capitulação de seus procederes distorcidos e rebeldes à bondade, passando a atuar do lado do bem e de modo positivamente criador....
  • 18/02/2019 - Opinião

    A duração do tempo

    Como a maioria das coisas na vida, o tempo era também uma coisa relativa, pensava ele. O tempo da indiferença, por exemplo, tinha uma duração quase nula, imperceptível, era o tempo de uma soneca, não custava, não pesava e nem doía, era um tempo de baixa qualidade que quando se pensava nele,...
  • 11/02/2019 - Opinião

    A agonia da morte

    A morte, certamente, é um dos fenômenos mais misteriosos para a nossa consciência. Mas também o é, sobretudo, quanto à influência que exerce sobre a nossa inconsciência... E, para tal, basta analisarmos que uma das mais potentes forças do ser vivo, a manutenção da vida e o seu resgate constante...
  • 07/01/2019 - Opinião

    Velhos cheiros, gostos e feições

    É impressionante e notável a capacidade do cérebro de armazenar informações, bem como a maneira de esses mesmos dados balizarem o comportamento humano e suas mais variadas reações. Assim, desde o nascer e até antes, tudo o que nos chega por meio dos órgãos dos sentidos, representados pela visão,...
  • 31/12/2018 - Opinião

    Sobreviver à adolescência

    Acontece que a criança cresce soberana em sua pequenez, protegida em todas as formas possíveis de qualquer perigo ou mau passo, pela mão adulta e protetora. Sendo sempre perdoada de tudo, diz-se, por ser criança. Ainda que seja repreendida, ensinada e corrigida. Ser criança é quase estar no céu...
  • 24/12/2018 - Opinião

    Pais, filhos e emoções

    Normalmente, a circunstância de se ter e criar filhos gera um arco-íris de emoções que pode ser classificado e quantificado ao longo do tempo. Arrisco, aqui e para isso, raciocinar e falar em uma faixa de ocorrências emocionais que fica entre o que é e o que idealmente deveria ser, em todo o...
Exibindo 1 a 10 de 115 resultados encontrados
  • Página de 12
Clique TV
OPERAÇÃO SÃO CRISTOVAN | POLÍCIA CIVIL BAGÉ
Assista também:
OPERAÇÃO EMBOSCADA | POLÍCIA CIVIL
PUBLICIDADE
Clique Social

Coluna Social

Divulgação/FS

BODAS DE OURO, Teresinha Ofanda Salis Costa e Silva e Oscar Costa e Silva Júnior celebraram 50 anos de casados, sexta-feira (19), escolheram uma...

Notícias mais lidas do dia

Clique Horóscopo

Áries

Sol e vens continuam seu caminho unidos em leão ainda motivando seu coração. Lua e mercúrio em virgem melhoram as relações de trabalho e possibilitam acordos de negócios. planos e projetos em alta.

Touro

Mercúrio e lua em virgem e ainda seu regente unido ao sol em leão abrem espaços em sua vida para um novo amor entrar. Se já for comprometido, melhora sensivelmente seu relacionamento. Finanças em alta.

Gêmeos

Seu regente entra em virgem e sua capacidade intelectual e mental aumentam sensivelmente. A fase é ótima para rever assuntos relacionados à sua família ou a questões domesticas. Comunicação em alta.

Câncer

Venus e sol unidos em leão continuam trazendo benefícios à sua vida financeira. O momento é ótimo também para pequenas viagens e assuntos de trabalho relacionados à comunicação. Amor em fase neutra.

Leão

Venus e sol em seu signo continuam agindo positivamente em sua vida, especialmente a amorosa e financeira. Mercúrio unido à lua aumenta ainda mais as possibilidades de bons acordos de negócios e ganhos financeiros.

Virgem

Mercúrio e lua em seu signo melhoram o astral que anda meio baixo, com queda de energia. Procure relaxar e manter-se protegido de ambientes e pessoas carregadas. A fase é ótima para acordos comerciais e a comunicação.

Libra

Mercúrio e lua em virgem derrubam sua energia, apesar das demandas sociais. A fase é ótima para a reflexão e a meditação. Seu regente unido ao sol em leão abrem portas para novos contatos comerciais.

Escorpião

Mercúrio e lua em virgem mobilizam sua vida social e amizades neste período. Venus e sol unidos em leão ainda beneficiam sua carreira e vida profissional. A fase é ótima para a comunicação e novos contratos.

Sagitário

O sol e Venus em leão continuam ativando seus estudos e as viagens podem se tornar seu foco neste momento. Carreira e vida profissional em alta, com possibilidade de novos projetos ou propostas de trabalho.

Capricórnio

Mercúrio e lua em virgem aceleram seus projetos e planos futuros e assuntos relacionados a viagens longas e contato com estrangeiros. Fase de grande otimismo e espiritualidade renovada. Amor em alta.

Aquário

Venus e sol em leão continuam mobilizando contatos e parcerias e melhorando seus relacionamentos afetivos e de amizades. A fase é das melhores. Cuidado apenas para não se deixar levar por pensamentos negativos.

Peixes

O trabalho continua sendo beneficiado pela passagem de Venus e do sol pelo signo de leão. Mercúrio e lua em virgem mobilizam seus relacionamentos pessoais e parcerias comerciais. Amor em alta.