Bagé / RS, Quinta-feira, 29 de Junho de 2017
Siga-nos:

Colunistas

Antônio Almeida | Bagé/RS
Coluna: Cultura
Perfil: Autor de crônicas, possui influências trazidas da Oficina Literária de Alcy Cheíche. Comunicador, já teve passagem pela RBS TV e veículos de comunicação da cidade.
Cultura

Nada a esperar

Sempre que um ano termina surgem aquelas fatídicas avaliações. A gente pensa dali, pensa daqui e, de repente, começa a perceber que, na maior parte das vezes, corremos feito condenados, giramos mais do que enceradeira, discutimos por idiotices e, no final das contas, se a contabilidade for muito bem feita, chegamos à triste conclusão de que muito pouco avançamos, que as determinações tomadas como meta não foram muito além de meras projeções e que,no final da história, acabamos, quase sempre, reescrevendo a mesma receita. Algo como se a vida se resumisse a um grande passe de mágica onde, jogando tudo para dentro do liquidificador do novo ano, assim, no vapt-vupt, tudo pudesse ser zerado e ficar funcionando como um carro saído da fábrica. Isso pode ser bonito mas a verdade é que a realidade é bem mais dura e cruel.
Ei, não pensem que sou contra fazer planos. Particularmente, já fiz muitos; alguns, poucos, aconteceram, uns estiveram à beira de ser realizados, enquanto outros naufragaram em águas profundas. O problema dos planos, quando os traçamos, não é o plano propriamente dito, mas sim o planejamento. Esse tal de verbo planejar é complexo, misterioso, incógnito, desafiador e porque não, extremamente traiçoeiro. O plano, nós até fizemos, mas a execução independe da vontade do planejador. Afinal, as equações envolvidas nesse processo possuem uma infinidade absurda de variantes e equações, por mais estranho que possa parecer, inexatas.
Por essas e outras é que, em 2017 não encarei a questão que envolve planejamento, sonhos e perspectivas. Este ano, vai ser um ano e não vai passar disso. Que as coisas aconteçam da forma que tiverem que acontecer. Se for para chorar,que as lágrimas possam percorrer o leito que já sulcaram no rosto, se for para rir, que o riso seja farto; se houver tristeza,que seja passageira, e, se a felicidade chegar, que seja duradoura.
Este ano não quero surpreender, quero ser surpreendido. Não vou pensar no futuro e talvez faça algumas aulas de revisão com o passado. Releituras ampliam o conhecimento, são como recuperações para ajustar a média e trazer, quem sabe, conhecimentos não assimilados em períodos normais. Que 2017 seja o ano do presente, das boas surpresas e de alívio no coração.

Comente essa notícia
Exibindo 1 a 10 de 240 resultados encontrados
  • 29/06/2017 - Cultura

    Problema com Matemática

    Reconhecer as fraquezas é uma virtude e eu reconheço as minhas. Com toda a sinceridade, confesso que sou mil zeros à esquerda quando o assunto começa a derivar em direção aos números. Fazem-me eles lembrar de uma senhora um tanto quanto fora de forma, óculos fundo de garrafa, botinas pretas e...
  • 22/06/2017 - Cultura

    Um final ideal

    Uma relação nunca deveria terminar pelo fim, e sim, pelo início. Os finais são sempre tristes, taciturnos, cheios de mágoas, silêncios absurdos. Fosse por mim, o caminho seria inverso. A gente começaria pelo ponto mais estressante, aquele que pode ter sido o que se convencionou chamar de gota...
  • 15/06/2017 - Cultura

    Uma grande piada

    Esta semana recebi, através do WhatsApp, uma história onde era narrado o seguinte: um ladrão é preso com um porco nas costas ao sair do sítio da vítima. Uma vez abordado ele teria perguntado a um dos policiais, responsáveis pela prisão, como puderam, eles, agir de forma tão dinâmica? De bom...
  • 08/06/2017 - Cultura

    A verdade sobre Joesley Batista

    Se existe alguém capaz de provocar os mais frios calafrios na classe política brasileira esse alguém é o Joesley. Pode até não ter nada a ver, mas, pelo visto, ele é o muso inspirador do Wesley, o Safadão, aquele que diz em uma música: “Ninguém é de ferro, chorar não paga imposto e nem faz mal...
  • 01/06/2017 - Cultura

    Desigual sou eu

    Esta semana obtive uma certeza absoluta: sou desigual. Não, não é mimimi. Quero dizer que isso foi, para mim, uma das maiores constatações feitas nos últimos tempos. Tá rindo, né? Pois saiba que, nesse bloco - dos desiguais -, possivelmente você esteja incluído. Quer ver? Você é juiz, promotor,...
  • 18/05/2017 - Cultura

    Medo não, só ansiedade

    A segunda-feira tinha tudo para começar espetacularmente bem. O time pelo qual torço ganhou, de forma convincente, e os flautistas de plantão tiveram que guardar o instrumento, quietos. Passei o dia das mães com a mulher mais querida e adorada que tive a oportunidade de conhecer, meu filho e, de...
  • 11/05/2017 - Cultura

    Futebol é assim

    O futebol só é o que é por ter o incendiário combustível da paixão. Camões que o diga.
    “Amor é fogo que arde sem se ver;
    É ferida que dói, e não se sente;
    É um contentamento descontente;
    É dor que desatina sem doer.”
    Não fosse assim, inexistiria graça em se eleger um time para habitar o...
  • 04/05/2017 - Cultura

    Oferta duvidosa

    Outro dia, em uma dessas peregrinações nos mercados, percebi o quanto a vida, ou melhor, o ato de comer, limpar e cuidar da higiene, está realmente pela hora da morte. Há algum tempo não percebo mais aqueles verdadeiros saques às prateleiras, os carrinhos que mais pareciam caminhões de carga e...
  • 27/04/2017 - Cultura

    Aposentadoria

    Esse negócio do governo mexer com o pessoal que desde sempre trabalhou está deixando todo mundo pirado. A situação lembra, em muito, aquelas célebres pegadinhas apresentadas em alguns programas de TV. Mesmo que possa parecer brincadeira, a coisa é muito séria e mexe profundamente na vida de...
  • 20/04/2017 - Cultura

    Policial bom é policial morto?

    Nós, brasileiros, estamos profundamente mergulhados numa imensa e profunda fossa. Ao contrário de qualquer outra sociedade, desenvolvemos o estranho hábito de torcer pelo bandido que, ao assaltar um banco, uma loja ou mesmo um transeunte, diante de contraditórios conceitos, encontra ignóbeis...
Exibindo 1 a 10 de 240 resultados encontrados
  • Página de 24
Clique TV
Delegada apresenta detalhes sobre investigação de morte de jornalista bageense
Confira trecho da coletiva de imprensa concedida na manhã de hoje, pela delegada Roberta Mariana Bertoldo da Silva, que expôs detalhes sobre a investigação da morte do jornalista bageense Tagliene...
Assista também:
Vídeo mostra acusado por morte de jornalista bageense momentos antes do crime
Clique Social

Coluna Social

Fábio Lucas

O POETA DE BAGÉ. Casa de Cultura Pedro Wayne, terça-feira (27),  amigos, conhecidos e anônimos, admiradores do poeta, jornalista e escritor...

Notícias mais lidas do dia

Clique Horóscopo

Áries

Sol e vens continuam seu caminho unidos em leão ainda motivando seu coração. Lua e mercúrio em virgem melhoram as relações de trabalho e possibilitam acordos de negócios. planos e projetos em alta.

Touro

Mercúrio e lua em virgem e ainda seu regente unido ao sol em leão abrem espaços em sua vida para um novo amor entrar. Se já for comprometido, melhora sensivelmente seu relacionamento. Finanças em alta.

Gêmeos

Seu regente entra em virgem e sua capacidade intelectual e mental aumentam sensivelmente. A fase é ótima para rever assuntos relacionados à sua família ou a questões domesticas. Comunicação em alta.

Câncer

Venus e sol unidos em leão continuam trazendo benefícios à sua vida financeira. O momento é ótimo também para pequenas viagens e assuntos de trabalho relacionados à comunicação. Amor em fase neutra.

Leão

Venus e sol em seu signo continuam agindo positivamente em sua vida, especialmente a amorosa e financeira. Mercúrio unido à lua aumenta ainda mais as possibilidades de bons acordos de negócios e ganhos financeiros.

Virgem

Mercúrio e lua em seu signo melhoram o astral que anda meio baixo, com queda de energia. Procure relaxar e manter-se protegido de ambientes e pessoas carregadas. A fase é ótima para acordos comerciais e a comunicação.

Libra

Mercúrio e lua em virgem derrubam sua energia, apesar das demandas sociais. A fase é ótima para a reflexão e a meditação. Seu regente unido ao sol em leão abrem portas para novos contatos comerciais.

Escorpião

Mercúrio e lua em virgem mobilizam sua vida social e amizades neste período. Venus e sol unidos em leão ainda beneficiam sua carreira e vida profissional. A fase é ótima para a comunicação e novos contratos.

Sagitário

O sol e Venus em leão continuam ativando seus estudos e as viagens podem se tornar seu foco neste momento. Carreira e vida profissional em alta, com possibilidade de novos projetos ou propostas de trabalho.

Capricórnio

Mercúrio e lua em virgem aceleram seus projetos e planos futuros e assuntos relacionados a viagens longas e contato com estrangeiros. Fase de grande otimismo e espiritualidade renovada. Amor em alta.

Aquário

Venus e sol em leão continuam mobilizando contatos e parcerias e melhorando seus relacionamentos afetivos e de amizades. A fase é das melhores. Cuidado apenas para não se deixar levar por pensamentos negativos.

Peixes

O trabalho continua sendo beneficiado pela passagem de Venus e do sol pelo signo de leão. Mercúrio e lua em virgem mobilizam seus relacionamentos pessoais e parcerias comerciais. Amor em alta.