Bagé / RS, Segunda-feira, 27 de Maio de 2019
Siga-nos:

Colunistas

Edgar Muza | Bagé/RS
Coluna: Política
Perfil: Radialista, comentarista de política e de notícias de geral. Liderança reconhecida nas áreas de saúde e de Carnaval.
Política

Nada está tão ruim que não possa piorar

Outra vez recorro ao futebol para analisar a atuação dos três poderes do Brasil. A meia cancha não está funcionando. Não marca, não lança ao ataque e muito menos ajuda a defesa. É a impressão que fica, pelo menos em minha maneira de pensar, quando quase ninguém se entende. O Executivo em disputa com o Legislativo. O Legislativo pressionando o Judiciário, inclusive ameaçando instaurar uma CPI. O Judiciário “brigando” entre si, para saber quem manda mais. É só olhar para a confusão entre o Supremo e a Procuradoria da República. Um querendo mandar mais que o outro. A renovação do Congresso em 50%, mostra um novo time mesclando jogadores antigos com os novos. Os mais velhos querendo mostrar que sabem muito mais. Os novos querendo mostrar serviço e que são capazes de aguentar 90 minutos de jogo, sem cansar. Os velhos, mesmo que com fôlego reduzido pela idade, querem que a bola passe sempre em seus pés para organizar o time. Os novos com capacidade física superior se negam a correr deixando a “glória” da organização de jogadas para os pés experientes dos mais velhos. E isso tem acontecido no futebol quase que diariamente.  Então, vendo que o time está perdendo, sempre aparece um apaziguador que mostra no vestiário, antes da entrada em campo, que todos são importantes para conseguirem a vitória. Futebol é conjunto, embora a individualidade em certos momentos resolva o problema e consiga fazer o gol da vitória. Virar o jogo requer calma, experiência e fôlego. O mais importante, no entanto, é a humildade. Pegar junto é um bom princípio.

Reuniões abaladas entre os três poderes
O clima político do momento deixa a nítida impressão que estamos em campanha eleitoral. O Executivo não se entende com o Legislativo. Não quer dialogar. Ou o que é pior, indica emissários com missão de negociar. O Legislativo se recolhe e deixa a tarefa para os partidos e seus representantes. Eles querem briga com o Judiciário. Estão tentando implantar uma CPI. O Judiciário formado por “cobras criadas” não da a mínima para os demais poderes. E, agora, também briga entre si. Supremo x Procuradoria. Não estou vendo no momento, ninguém com balde d’água na mão, querendo apagar o fogo. Cada poder tentando mostrar sua força. Até mesmo os partidos que formam a base do governo estão revoltados, como a afirmar: sou governo? Quero minha parte. Para quem acredita em “bruxas”, há um clima de ditadura. Coisa que, para mim, é “sonho de uma noite de verão”. As instituições, mesmo fragilizadas pela disputa interna, continuam funcionando em que pese alguns exageros. As Forças Armadas, que compõe o núcleo central do governo, estão tentando mostrar o “caminho” da paz. E isso leva os “incautos” a acreditar que estão buscando espaço político para assumir o poder. Até pode, via voto popular. Qual a solução para apaziguar o país neste momento conturbado?

Está faltando treinador que una o time
Se o país quiser mesmo fazer as reformas, tem que haver a união de todos os segmentos. Alguém com força suficiente para convencer o presidente Bolsonaro, a chamar os presidentes dos demais poderes e tentar unificar o time. Seria mais ou menos uma tática de vestiário, antes de um jogo importante. O argumento simples: “Vamos ganhar o jogo e depois dividimos o bolo da vitória”. Seja lá o que for o termo “ganhar o Jogo”. Sem a participação de todos, o caos, que já é grande, pode aumentar. Nem tudo está tão ruim que não possa piorar. Então, as vaidades terão que ser deixadas de lado. O governo aceitar, até certo ponto, modificações em seus projetos. Mas isso tem um custo: nomear para cargos federais, nos respectivos estados, representantes da base no Congresso. Liberar emendas exigidas pelos congressistas. Ou seja, que da hipotética reunião entre os poderes, cada membro desça um degrau na escada de vaidades. E, finalmente, que alguém pense no bem- estar da população que, até agora, está simplesmente fora de jogo. Importante na evolução da democracia, mas sofrendo com falta de decisões que amenizem as necessidades. Enquanto isso o diesel sobe 0,10 centavos por litro. Aproveitaram a “briga” de vaidades. Quem vai pagar a conta? Sempre nós. Concordam?

Comente essa notícia
Exibindo 1 a 10 de 1963 resultados encontrados
  • 27/05/2019 - Política

    Mera coincidência não se enquadra na política

    Uma das práticas da Receita Federal, salutar se diga de passagem, é o “cruzamento de informações para cobrar dos sonegadores”. Este é um dos motivos pela qual muita gente “boa” está sendo acionada judicialmente. Eu tento seguir os passos dos políticos, enquanto legisladores convocados para...
  • 24/05/2019 - Política

    Agora sim os homens se entendem

    Toda a decisão, política ou não, necessita ser muito bem explicada, com números, para que a maioria da população entenda. As reformas propostas pelo atual governo, nunca conseguiram convencer embora tentada em outros governos. Faltava uma coisa importante: Debate público entre os prós e os...
  • 23/05/2019 - Política

    É claro que hoje pode ter mudado

    Mas na terça-feira o tema foi a alta da bolsa e a baixa do dólar. Hoje é quinta-feira, portanto, ontem, quarta, eu não acompanhei as informações sobre o mercado financeiro porque estava em Sapucaia do Sul, transmitindo com o “time do rádio” da Visão Geral, Guarani e Sapucaiense. Resultado na...
  • 22/05/2019 - Política

    Eleição municipal movimenta a política

    Toda a eleição reforça a democracia. Todas são importantes. Agora, para mim, a mais importante é a do próximo ano. Sou municipalista por convicção. Tudo se resolve nos municípios. É claro que a regra geral emana do Congresso. Da Constituição brasileira. Projetos que visam crescimento da...
  • 21/05/2019 - Política

    Na semana passada só deu Bolsonaro

    No dia 18, quando apareceu nas redes sociais um texto, até então de autor desconhecido, cuja afirmação é forte e pesada, porém, se aproxima da realidade. “O país é ingovernável fora dos conchavos e que o atual governo é atípico e de comunicação amadora”. O presidente, ao ser interpelado sobre a...
  • 20/05/2019 - Política

    Os governos tomam conta do que é bom

    Nossa prática é conhecida, não só na administração pública como na vida privada. Vamos começar pelo futebol. Quando um craque desponta sempre aparece quem o descobriu. E aí começa a discussão: Não foi você, fui eu. Eu estava no jogo da escola que leciono quando vi um menino magricela que me...
  • 18/05/2019 - Política

    O impasse segue entre governo e Congresso

    Quem manda mais? Ou quem quer mandar mais? Em democracia todos os setores são importantes desde que haja respeito. Não é o que temos sentido na política brasileira. Governo e Congresso estão em permanente conflito há um bom tempo. Isso acontece sempre que o povo elege um Executivo, mas não lhe...
  • 17/05/2019 - Política

    Tudo depende do lado que o vento sopra

    Um pouco da história política recente foi levantada pelo Jornal do Brasil, na edição de ontem. E a bola da vez é o juiz federal Flávio Nicolau, que determinou a quebra de sigilo do senador Flávio Bolsonaro. A “dita” esquerda está radiante, porque atinge diretamente o presidente da República....
  • 16/05/2019 - Política

    Outra vitória do movimento popular

    Sempre fui crítico de gestões na saúde. Como tal, acompanhei o movimento popular que transformou o atendimento para as pessoas, que evoluiu 50 anos, após a criação do Conselho Regional de Desenvolvimento (Corede), coordenador com os municípios da Consulta Popular. Foi o aproveitamento de tal...
  • 15/05/2019 - Política

    Coincidências geram desconfiança

    Quase no mesmo dia, na mesma semana, com certeza, alguns fatos têm despertado atenção dos mais atentos. Um deles, de Flávio, filho de Bolsonaro, senador da República. Foi um dos primeiros nomes ligados ao presidente, acusado por ter participação, como incentivador, nas milícias do Rio. Deu...
Exibindo 1 a 10 de 1963 resultados encontrados
  • Página de 197
Clique TV
OPERAÇÃO SÃO CRISTOVAN | POLÍCIA CIVIL BAGÉ
Assista também:
OPERAÇÃO EMBOSCADA | POLÍCIA CIVIL
Clique Social

Coluna Social

“Educação: a mais nobre aquisição da alma. Após adquiri-la, damos acesso a todas as demais manifestações inatas do divino que há em nós”
 
Visão...

Notícias mais lidas do dia

Clique Horóscopo

Áries

Sol e vens continuam seu caminho unidos em leão ainda motivando seu coração. Lua e mercúrio em virgem melhoram as relações de trabalho e possibilitam acordos de negócios. planos e projetos em alta.

Touro

Mercúrio e lua em virgem e ainda seu regente unido ao sol em leão abrem espaços em sua vida para um novo amor entrar. Se já for comprometido, melhora sensivelmente seu relacionamento. Finanças em alta.

Gêmeos

Seu regente entra em virgem e sua capacidade intelectual e mental aumentam sensivelmente. A fase é ótima para rever assuntos relacionados à sua família ou a questões domesticas. Comunicação em alta.

Câncer

Venus e sol unidos em leão continuam trazendo benefícios à sua vida financeira. O momento é ótimo também para pequenas viagens e assuntos de trabalho relacionados à comunicação. Amor em fase neutra.

Leão

Venus e sol em seu signo continuam agindo positivamente em sua vida, especialmente a amorosa e financeira. Mercúrio unido à lua aumenta ainda mais as possibilidades de bons acordos de negócios e ganhos financeiros.

Virgem

Mercúrio e lua em seu signo melhoram o astral que anda meio baixo, com queda de energia. Procure relaxar e manter-se protegido de ambientes e pessoas carregadas. A fase é ótima para acordos comerciais e a comunicação.

Libra

Mercúrio e lua em virgem derrubam sua energia, apesar das demandas sociais. A fase é ótima para a reflexão e a meditação. Seu regente unido ao sol em leão abrem portas para novos contatos comerciais.

Escorpião

Mercúrio e lua em virgem mobilizam sua vida social e amizades neste período. Venus e sol unidos em leão ainda beneficiam sua carreira e vida profissional. A fase é ótima para a comunicação e novos contratos.

Sagitário

O sol e Venus em leão continuam ativando seus estudos e as viagens podem se tornar seu foco neste momento. Carreira e vida profissional em alta, com possibilidade de novos projetos ou propostas de trabalho.

Capricórnio

Mercúrio e lua em virgem aceleram seus projetos e planos futuros e assuntos relacionados a viagens longas e contato com estrangeiros. Fase de grande otimismo e espiritualidade renovada. Amor em alta.

Aquário

Venus e sol em leão continuam mobilizando contatos e parcerias e melhorando seus relacionamentos afetivos e de amizades. A fase é das melhores. Cuidado apenas para não se deixar levar por pensamentos negativos.

Peixes

O trabalho continua sendo beneficiado pela passagem de Venus e do sol pelo signo de leão. Mercúrio e lua em virgem mobilizam seus relacionamentos pessoais e parcerias comerciais. Amor em alta.