Bagé / RS, Segunda-feira, 22 de Abril de 2019
Siga-nos:

Colunistas

Edgar Muza | Bagé/RS
Coluna: Política
Perfil: Radialista, comentarista de política e de notícias de geral. Liderança reconhecida nas áreas de saúde e de Carnaval.
Política

CPI do ativismo judicial: começa a retaliação

Quem acompanha este espaço e ou escuta o programa de rádio, sabe o tema que vou abordar na coluna de hoje. Todos os segmentos são formados por “bons e maus quadros”. Sempre começo a análise pela profissão que exerço há 60 anos, radialista. Quem não sabe fica sabendo que temos bons e maus profissionais exercendo essa função, que é pública. Pública porque é considerada formadora de opinião, não  porque receba recursos como se fosse funcionário de segmentos públicos. Assim é em todas as classes. Médicos, advogados, economistas, políticos, jornalistas e no Judiciário. Agora, generalizar não condiz com uma boa conduta de quem quer que seja. O que falta é “os bons” denunciarem os maus, para tentar bani-los da vida pública. Este tema me veio à mente tendo por base matéria publicada nos jornais do Rio, São Paulo e Brasília. Foi anunciado, sem muito alarde pela imprensa, que estão propondo uma CPI (outra?) para tratar do tal “ativismo judicial”. Alguns congressistas estão descontentes (ou temerosos?) com a atuação da Justiça e querem exercer certo controle sobre suas decisões. Ao proporem a Comissão Parlamentar de Inquérito, mandam um recado claro sobre a possibilidade de controle. Causou a reação imediata de certos setores que representam o Judiciário, cuja nota publicada é bem forte: “A referida iniciativa, movida ao pretexto de investigar 'decisões desarrazoadas, desproporcionais e desconexas dos anseios da sociedade' – seja qual for a régua com a qual se meça tal razoabilidade -, leva à inevitável conclusão que o combate ao indefinível 'ativismo judicial' desaguará em uma inadmissível tentativa de controle externo do mérito das decisões judiciais, o que, iniciando-se pelos tribunais superiores, perpassará as demais instâncias e alcançará o cidadão, em todos os graus de jurisdição, privando-lhe do direito a seus juízes naturais, independentes e imparciais”. Pronto! O principal objetivo da proposta dos legisladores foi alcançado: reação da Justiça, publicamente, em seu legítimo direito. Agora, que o recado foi dado, isso foi. Não tem segmento que consiga unanimidade em suas decisões. Os “perdedores” acham maneira de contestar o que foi decidido. Assim é no futebol. Assim é na política. Assim é em todos os setores. Sem exceção. Até aqui, os fatos e fatos são fatos.

OPINIÃO DE UM LEIGO - METIDO A SABIDO
Que sou eu. Certa feita comprovei que o cidadão comum “tinha medo de entrar no Fórum, mesmo convocado para ser testemunha”. Usei uma expressão que até hoje tenho em mente: "Juiz não é Deus”. Não por menosprezar o Jogo, mas para enfatizar que ninguém deve temê-lo, mas respeitá-lo. Só deve ter medo do Judiciário o marginal. O cidadão comum e honrado, cumpridor de seus deveres, não precisa ter medo de ninguém. Só dos bandidos. O que isso tem a ver com a matéria de hoje? Tudo a ver. A reação de certos setores com a possibilidade de uma CPI demonstra medo antecipado das conclusões a que chegarem os legisladores. Até não é para ser menosprezada. O Legislativo, com a série de denúncias contra boa parte de seus componentes, quer “bloquear” a Justiça nas investigações contra sua classe, a política, muito desmoralizada por ações criminosas de muitos de seus componentes. Mas o Judiciário, o que teme? A reação forte mostra certo receio com a fiscalização externa que possa surgir com a conclusão da CPI. Isso, para mim, é prática da democracia. Cada segmento defende aquilo que lhe parece seu direito. Os bons quadros, da Justiça e da política, deveriam ficar satisfeitos pela possibilidade da decisão “ajudar a banir os maus profissionais de ambas as áreas”. Quem procede com isenção, na função política ou judicial, não deve temer nada. Ao contrário, deve saudar os procedimentos que “provarão suas inocências”. É a opinião de um leigo que procura respeitar as leis. Por isso, não teme nada. Quem “nada deve, nada teme”.  Concordam ou não?

DELEGADOS FEDERAIS SE DIZEM SURPRESOS
A cobrança de Jair Bolsonaro para que a Polícia Federal acelere a investigação sobre o “ato terrorista” sofrido em Juiz de Fora (MG), há cinco meses, deixa a corporação numa situação para lá de constrangedora. Um primeiro inquérito já foi encerrado e não se chegou a provas concretas de ligações partidárias ou participação de outras pessoas além de Adélio Bispo. Uma segunda investigação ainda está em curso. Em mensagens transcritas pelo CB, alguns delegados chegaram a dizer que o presidente perdeu a chance de ficar calado. Mais uma retaliação desnecessária. Mas faz parte do jogo. Certo?    

Comente essa notícia
Exibindo 1 a 10 de 1937 resultados encontrados
  • 22/04/2019 - Política

    Não se pode gastar mais do que se arrecada

    O que mais me atrai nas leituras que faço, sobre declarações de grandes economistas brasileiros, é exatamente o que o trabalhador, pai de família, pratica no dia a dia. É um tema que me motiva a comentar sobre economia, mesmo não sendo especialista. A prática popular, que tem seu fundamento, é...
  • 19/04/2019 - Política

    Nada está tão ruim que não possa piorar

    Outra vez recorro ao futebol para analisar a atuação dos três poderes do Brasil. A meia cancha não está funcionando. Não marca, não lança ao ataque e muito menos ajuda a defesa. É a impressão que fica, pelo menos em minha maneira de pensar, quando quase ninguém se entende. O Executivo em disputa...
  • 18/04/2019 - Política

    Leigos podem opinar sobre leis

    Basta para tal comparar decisões de magistrados que diferem de caso para caso. E o que é pior contrariando decisão da própria corte. Tenho usado com exemplo a prisão em segunda instância. É necessário exemplificar. O Supremo “decidiu”, por seis votos a cinco, determinar a prisão após condenação...
  • 17/04/2019 - Política

    Impor medo ainda é a arma dos medíocres

    Quem conviveu com a ditadura irá entender o tema de hoje. Antes de mais nada, quero repetir o que motiva este espaço: Escuto e leio tudo o que as autoridades dizem, depois tiro minhas conclusões, critico ou elogio, dentro do que penso sobre o tema. Porém, não pretendo jamais, me tornar o “único...
  • 16/04/2019 - Política

    Centrão não está satisfeito com governo

    Não é um fato constatado agora. O zum-zum é antigo, desde o momento em que as exigências não foram atendidas. Reclamação sobre a falta de diálogo é a cortina de fumaça que procura esconder o real motivo. A bola da vez são os decretos assinados pelo presidente durante cerimônia dos 100 dias de...
  • 15/04/2019 - Política

    Não está afinando o violão com a gaita

     
    Nelson Rodrigues já afirmava que “a unanimidade é burra”. Então, não podemos querer que decisões governamentais fossem aprovadas por todos os seguimentos políticos. Cada partido, independente de ser, ou não, coligado com o governo, pense da mesma maneira. Isso é quase impossível. Não sei se o...
  • 13/04/2019 - Política

    Não quero falar com vocês! Tenho dito!

    A democracia e o cargo público exercido pelo voto da população mostram realmente a personalidade do eleito. Sem mal comparar, mas comparando, é igual ao “borracho”. O cidadão alcoolizado toma certas atitudes que sóbrio jamais deixou transparecer. Quantas pessoas simpáticas, que aparentam...
  • 12/04/2019 - Política

    Ajustar o gasto para caber no orçamento

    Os governos eleitos completam 100 dias de gestão. A prestação de contas é o caminho natural para quem quer “azeitar” a máquina pública. Estava tão enferrujada, gastando acima do que arrecada, que não teria outra solução senão diminuir o gasto público. A maioria dos estados e municípios...
  • 11/04/2019 - Política

    Já começou o inferno astral de Temer

    Este filme já vimos com outros personagens. Bancas advocatícias famosas e advogados não menos famosos, que estão a serviço de políticos denunciados por corrupção. A profissão, nobre se diga de passagem, de defensores da Justiça, nunca esteve tão em alta. Aliás, ela já vem sendo valorizada a...
  • 10/04/2019 - Política

    Mais um denunciado ocupa cargo público

    Quando se aproxima uma eleição sempre aparecem denúncias contra possíveis candidatos. Muitas delas via redes sociais. As famosas notícias falsas que, para ficar chique, apelidaram de Fake News. O prefeito do Rio, Crivella, começa seu inferno astral. Além de ser criticado pela sua inoperância na...
Exibindo 1 a 10 de 1937 resultados encontrados
  • Página de 194
Clique TV
OPERAÇÃO SÃO CRISTOVAN | POLÍCIA CIVIL BAGÉ
Assista também:
OPERAÇÃO EMBOSCADA | POLÍCIA CIVIL
Clique Social

Coluna Social

“Não há problema algum em usar beleza e glamour como ferramentas à construção de vidas melhores para o próximo. Preocupante seria a inércia...”

Notícias mais lidas do dia

Clique Horóscopo

Áries

Sol e vens continuam seu caminho unidos em leão ainda motivando seu coração. Lua e mercúrio em virgem melhoram as relações de trabalho e possibilitam acordos de negócios. planos e projetos em alta.

Touro

Mercúrio e lua em virgem e ainda seu regente unido ao sol em leão abrem espaços em sua vida para um novo amor entrar. Se já for comprometido, melhora sensivelmente seu relacionamento. Finanças em alta.

Gêmeos

Seu regente entra em virgem e sua capacidade intelectual e mental aumentam sensivelmente. A fase é ótima para rever assuntos relacionados à sua família ou a questões domesticas. Comunicação em alta.

Câncer

Venus e sol unidos em leão continuam trazendo benefícios à sua vida financeira. O momento é ótimo também para pequenas viagens e assuntos de trabalho relacionados à comunicação. Amor em fase neutra.

Leão

Venus e sol em seu signo continuam agindo positivamente em sua vida, especialmente a amorosa e financeira. Mercúrio unido à lua aumenta ainda mais as possibilidades de bons acordos de negócios e ganhos financeiros.

Virgem

Mercúrio e lua em seu signo melhoram o astral que anda meio baixo, com queda de energia. Procure relaxar e manter-se protegido de ambientes e pessoas carregadas. A fase é ótima para acordos comerciais e a comunicação.

Libra

Mercúrio e lua em virgem derrubam sua energia, apesar das demandas sociais. A fase é ótima para a reflexão e a meditação. Seu regente unido ao sol em leão abrem portas para novos contatos comerciais.

Escorpião

Mercúrio e lua em virgem mobilizam sua vida social e amizades neste período. Venus e sol unidos em leão ainda beneficiam sua carreira e vida profissional. A fase é ótima para a comunicação e novos contratos.

Sagitário

O sol e Venus em leão continuam ativando seus estudos e as viagens podem se tornar seu foco neste momento. Carreira e vida profissional em alta, com possibilidade de novos projetos ou propostas de trabalho.

Capricórnio

Mercúrio e lua em virgem aceleram seus projetos e planos futuros e assuntos relacionados a viagens longas e contato com estrangeiros. Fase de grande otimismo e espiritualidade renovada. Amor em alta.

Aquário

Venus e sol em leão continuam mobilizando contatos e parcerias e melhorando seus relacionamentos afetivos e de amizades. A fase é das melhores. Cuidado apenas para não se deixar levar por pensamentos negativos.

Peixes

O trabalho continua sendo beneficiado pela passagem de Venus e do sol pelo signo de leão. Mercúrio e lua em virgem mobilizam seus relacionamentos pessoais e parcerias comerciais. Amor em alta.