Bagé / RS, Quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2019
Siga-nos:

Colunistas

Edgar Muza | Bagé/RS
Coluna: Política
Perfil: Radialista, comentarista de política e de notícias de geral. Liderança reconhecida nas áreas de saúde e de Carnaval.
Política

Agências vão fiscalizar barragens

A imprensa tem noticiado a movimentação dos governos, por meio de seus agentes especializados para justificar (o injustificável), ou detectar as falhas que acontecem nas barragens brasileiras. Agora, a determinação é visitar 130 usinas hidroelétricas até maio deste ano. São mais de 600 estruturas sob responsabilidade de órgãos federais. No caso de desastres, como ocorrido com Mariana, bem como agora com Brumadinho, colocou as agências na mira da imprensa. Afinal de contas, para que foram criadas as agências, senão para fiscalizar? Exatamente o que não fizeram. Ou por omissão dos governos, o que é palpável, ou por outros meios não republicanos. Interesses de terceiros, no caso as empresas, era ter acesso aos agentes políticos para que não fosse facilitado a atuação dos peritos. Justamente aí está o x do problema. A que preço?. O preço pago pelas famílias que perderam seu entes é incalculável. Mas qual será o preço a ser pago pelos agentes omissos? Pelas instituições governamentais que não cumpriram com suas obrigações? E isso vem acontecendo a partir do desastre em Mariana. Ninguém fez nada. Foi só discurso. Os familiares das vítimas continuam sem perspectivas. A única coisa que as empresas fizeram, e não é mais do que a obrigação, foi pagar aluguel para quem perdeu suas casas. Mas eles continuam sem trabalho. Pois bem, agora, vem o TCU (Tribunal de Contas da União), que é um órgão controlado pelo Legislativo, anunciar fiscalização na Agência Nacional de Mineração (ANM). O Tribunal constatou falhas na atuação do departamento do governo que fiscalizava barragens. Para isso, não precisavam vir a público para afirmar. Desde o rompimento da barragem de Mariana, todos os meios de comunicação deixaram claro as falhas. É exatamente por aí que se pode desconfiar da razão pelas quais ninguém se moveu para resolver os problemas causadores do primeiro rompimento. Isso ficou constatada quando a segunda se rompeu. Nada fizeram para evitar. E, agora, o TCU vem a público afirmar que “teria advertido’ sobre os problemas das barragens brasileiras? A quem advertiram? Qual setor seguiu suas advertências? O Legislativo, ao qual o Tribunal de contas é subordinado, ninguém mostrou publicamente estas advertências. Na época, cada legislador que assumia a Tribuna, era para lamentar o ocorrido e dar “os pêsames” aos familiares. De prático, ninguém fez muita coisa para tentar evitar que outros desastres em barragens acontecessem. Então, agora que aconteceu, cada um quer mostrar que não tem nenhuma culpa. Contudo, bota a culpa nos outros. É o caso do TCU ao afirmar que advertiu á época sobre a eminência de outros rompimentos acontecerem. Só se foi em regime fechado, porque ninguém divulgou. Para resumir, concordo com a afirmação de um desembargador de Brasília: “todos têm sua parcela de culpa”. Concordam ou não?
  Câmara quer acompanhar investigação
A Câmara dos Deputados criou uma comissão externa de parlamentares para acompanhar as investigações e os desdobramentos do rompimento da barragem em Brumadinho. O grupo composto por 15 integrantes será coordenado pelo deputado Zé Silva (SD-MG). Para que a comissão? Para estar no meio dos acontecimentos e aparecer na mídia, nacional e internacional. Ou para desmentir o TCU que informou ter mostrado os problemas quando do rompimento da barragem de Mariana. A criação da comissão foi publicada no Diário Oficial da Câmara. E fizeram questão de avisar que “sem ônus para o Legislativo”. Ou seja, para acompanhar as investigações terão que viajar até o local. São 15 deputados. Será que viajarão pagando as despesas de seu próprio bolso? Alimentação, despesas de viagens e talvez até hotel, custeada por cada um dos componentes da comissão. Dá para acreditar? Agora, se a comissão atuará dentro de seus gabinetes, sem sair de Brasília, qual resultado prático esperam? De tudo isso, a conclusão que cheguei é nenhuma. Estou longe dos acontecimentos e como sou desconfiado, se depender da Câmara, ou da mesa diretora, nada vai acontecer. Assim como nada aconteceu no desastre em Mariana. O grau de confiança em nosso Legislativo, não é muito alto. Mesmo assim torço para que suas atuações, pelo menos, no plenário, exijam a atuação da fiscalização, abrindo caminho para a solução dos problemas. Estarão evitando “desastres futuros”. Que assim seja. Certo?          

Comente essa notícia
Exibindo 1 a 10 de 1890 resultados encontrados
  • 21/02/2019 - Política

    Caixa dois não é corrupção: Até tu, Brutus

    Há um ditado antigo que vem bem a calhar no momento atual em que vivemos. Quer conhecer uma pessoa o elege para um cargo de comando. Ou o nomeia para uma chefia. Isso veio à minha mente ao ler uma declaração do ministro Moro. Ora bolas, ela é exatamente contrária ao que sempre defendeu. Corrupto...
  • 20/02/2019 - Política

    Se não cortarem gastos não tem auxílio

    A política é uma arte. Quem denigre essa arte são os corruptos. O comércio na democracia não é o comércio de compra e venda. Cada segmento político apresenta seus planos para “melhoria geral da vida da população” e não para o bolso de cada segmento político. Pois é mais ou menos isso que tem...
  • 19/02/2019 - Política

    Vamos falar sério: a crise exige

    Que o Brasil está em crise isso todo mundo sabe. E crise dos mais diversos tipos. Crise moral que atinge a economia. Proliferação da contravenção. Bandidos querendo tomar conta da pátria. As mais altas autoridades envolvidas em corrupção. Os legisladores não cumprindo seu papel. Com suas...
  • 18/02/2019 - Política

    A indústria sem chaminé é pouco reconhecida

    Nestes meus anos de rua sete, já ouvi de tudo. Quem defende a democracia e quem enalteça a “segurança propiciada pela ditadura”. Quem gosta de carnaval e quem o ache “coisa do diabo”. Quem goste de uma determinada seita religiosa e critique as demais, porque não segue as determinações do “grande...
  • 16/02/2019 - Política

    Que início de governo conturbado

    Não há outra expressão para analisarmos os fatos que estão acontecendo. Diga-se de passagem provocado por familiares do próprio presidente. Primeiro foi o Senador, antes deputado estadual, cuja proximidade com alguns “milicianos”, começou a destampar a fossa. Ex- assessor investigado por...
  • 15/02/2019 - Política

    Tem ladrão que não acaba mais

    Tem ladrão quando olha pra frente, tem ladrão quando olha pra trás.  Eu tinha que colocar letra de um samba para iniciar a coluna de hoje. No decorrer da matéria os leitores irão entender a causa. A colunista Adriana Cruz, do jornal O Dia, do Rio, abriu seu espaço de ontem com o título: “Surto...
  • 14/02/2019 - Política

    Bolsonaro recebe alta e está no Palácio

    Após um bom tempo no hospital, após a facada e agora para retirar a bolsa, ontem foi liberado pela equipe médica. Foi notícia, e continuará sendo, no mundo inteiro. Afinal de contas, é o presidente de um país que tem sua importância. Isso não quer dizer que o Brasil tenha parado, que decisões...
  • 13/02/2019 - Política

    Duas matérias que vão dar o que falar

    A maioria dos cidadãos já sabe quem é Fabrício Queiroz. A imprensa tem divulgado nota sobre suas ações, que agora atingem o senador Flavio Bolsonaro. Sobre Queiroz, pesa, entre outras coisas, a denúncia de ter pertencido às milícias no Rio de Janeiro. Enquanto assessor do então deputado Flavio,...
  • 12/02/2019 - Política

    CPI do ativismo judicial: começa a retaliação

    Quem acompanha este espaço e ou escuta o programa de rádio, sabe o tema que vou abordar na coluna de hoje. Todos os segmentos são formados por “bons e maus quadros”. Sempre começo a análise pela profissão que exerço há 60 anos, radialista. Quem não sabe fica sabendo que temos bons e maus...
  • 11/02/2019 - Política

    Ninguém prega/prego sem estopa

    É um velho ditado que me vem à mente cada vez que leio declaração de algum político. A bola da vez é a reforma da Previdência. Não tenho dúvida que ela é complexa. O nome reforma, já causa controvérsias. Reforma para quê? Tem que cobrar os devedores e não precisa reforma. O debate em democracia...
Exibindo 1 a 10 de 1890 resultados encontrados
  • Página de 189
Clique TV
Qualidade de Vida
Assista também:
Daniel em Bagé
Clique Social

Coluna Social

Divulgação/FS

ORTODONDISTA, Mário Antonio Mezzomo atendeu na clínica do edif. Carlos Brasil sábado (16). Fui ao encontro de meu particular amigo, que sempre tem...

Notícias mais lidas do dia

Clique Horóscopo

Áries

Sol e vens continuam seu caminho unidos em leão ainda motivando seu coração. Lua e mercúrio em virgem melhoram as relações de trabalho e possibilitam acordos de negócios. planos e projetos em alta.

Touro

Mercúrio e lua em virgem e ainda seu regente unido ao sol em leão abrem espaços em sua vida para um novo amor entrar. Se já for comprometido, melhora sensivelmente seu relacionamento. Finanças em alta.

Gêmeos

Seu regente entra em virgem e sua capacidade intelectual e mental aumentam sensivelmente. A fase é ótima para rever assuntos relacionados à sua família ou a questões domesticas. Comunicação em alta.

Câncer

Venus e sol unidos em leão continuam trazendo benefícios à sua vida financeira. O momento é ótimo também para pequenas viagens e assuntos de trabalho relacionados à comunicação. Amor em fase neutra.

Leão

Venus e sol em seu signo continuam agindo positivamente em sua vida, especialmente a amorosa e financeira. Mercúrio unido à lua aumenta ainda mais as possibilidades de bons acordos de negócios e ganhos financeiros.

Virgem

Mercúrio e lua em seu signo melhoram o astral que anda meio baixo, com queda de energia. Procure relaxar e manter-se protegido de ambientes e pessoas carregadas. A fase é ótima para acordos comerciais e a comunicação.

Libra

Mercúrio e lua em virgem derrubam sua energia, apesar das demandas sociais. A fase é ótima para a reflexão e a meditação. Seu regente unido ao sol em leão abrem portas para novos contatos comerciais.

Escorpião

Mercúrio e lua em virgem mobilizam sua vida social e amizades neste período. Venus e sol unidos em leão ainda beneficiam sua carreira e vida profissional. A fase é ótima para a comunicação e novos contratos.

Sagitário

O sol e Venus em leão continuam ativando seus estudos e as viagens podem se tornar seu foco neste momento. Carreira e vida profissional em alta, com possibilidade de novos projetos ou propostas de trabalho.

Capricórnio

Mercúrio e lua em virgem aceleram seus projetos e planos futuros e assuntos relacionados a viagens longas e contato com estrangeiros. Fase de grande otimismo e espiritualidade renovada. Amor em alta.

Aquário

Venus e sol em leão continuam mobilizando contatos e parcerias e melhorando seus relacionamentos afetivos e de amizades. A fase é das melhores. Cuidado apenas para não se deixar levar por pensamentos negativos.

Peixes

O trabalho continua sendo beneficiado pela passagem de Venus e do sol pelo signo de leão. Mercúrio e lua em virgem mobilizam seus relacionamentos pessoais e parcerias comerciais. Amor em alta.