Bagé / RS, Segunda-feira, 28 de Maio de 2018
Siga-nos:

Colunistas

Edgar Muza | Bagé/RS
Coluna: Política
Perfil: Radialista, comentarista de política e de notícias de geral. Liderança reconhecida nas áreas de saúde e de Carnaval.
Política

A imprensa sempre leva a culpa

Não adianta querer enganar e atribuir culpa a quem não gostamos. A mentira sempre tem a perna curta, ainda mais agora que as redes sociais estão aí mesmo para combater, ou enaltecer, decisões governamentais. Mas isso não ocorre somente na política. No futebol, na arte, nos programas radiofônicos e/ou televisivos, de notícias ou de comédia,  sempre tem alguém que “se sente ofendido” pelo que a imprensa informa. Não é por menos que o ex-presidente Lula tentou, por todos os meios, criar um dispositivo cuja intenção era evitar que notícias não fossem divulgadas sem antes “passar por um conselho eleito por ele”. Não vingou e nem vingará enquanto o sistema de governo for democrático. Ontem, ministro de tribunal superior apela à imprensa que investigue a veracidade de comentários veiculados em rede social. É claro que desconhecer a velocidade que este instrumento atinge grande parte da população seria dar as costas ao óbvio. Só me preocupo em comentar denúncias após serem publicadas pela imprensa legal, que tem nome, endereço, CNPJ e editores profissionais. Pois bem, as leis existentes deveriam ser aprimoradas para evitar exageros. Agora, quando as próprias autoridades usam desse meio importante para contatar com seus eleitores (ou torcedores), muitas vezes pregando verdadeiras mentiras, isso sim deveria ser regulamentado. A imprensa tem lei que regulamenta sua atuação. Ao que tudo indica, salvo melhor juízo, poucos órgãos foram denunciados por notícias falsas. Agora, insuflar a população contra a imprensa é um crime praticado seguidamente. Quantos jornalistas e radialistas foram mortos, cujo crime “era dar cobertura aos fatos”? O Felipão, na outra semana, em entrevista, afirmou sua contrariedade com Galvão Bueno, que o teria desrespeitado enquanto treinador da seleção brasileira. Afirmou que não mais daria entrevista ao locutor. Direito dele, que ninguém pode criticar. Agora, quando usam as redes sociais para ofender repórteres e/ou comentaristas, enfim, membros de uma equipe de reportagem, nada mais estão fazendo do que “insuflar” seus seguidores, o que pode causar reações violentas dos menos esclarecidos. Aí só resta ao chefe do editorial do órgão de imprensa, ou chefe de equipe que coordena a cobertura eleitoral, “registrar queixa para evitar o pior, tais como agressão física ou morte, como já aconteceu”. E quando esta ação é feita com a intenção “de culpar outros pelas suas mazelas", a coisa ainda é mais complicada. É um tema genérico que serve de reflexão para quem assim procede. "Se o chapéu servir para alguém, que o enfie até o pescoço” Não é essa nossa intenção. Porém...

Outra matéria interessante: próxima eleição

O Jornal do Brasil de ontem trouxe uma matéria que corrobora com tudo que temos afirmado. Mas, saliento, é uma opinião pessoal. Manchete que abre a matéria: ”Favorita ao Senado em Minas Gerais, Dilma está no meio do tiroteio entre PT e MDB”. A base do jornal são as pesquisas em que eu, particularmente, não tenho confiança porque “quem paga, manda”. Mas partindo do principio que a matéria destaca, vamos à análise. Esse fato pode atrapalhar aliança entre PT/PMDB para o governo de Minas. A primeira conclusão: Fernando Pimentel (PT) contava com a participação do MDB em sua caminhada rumo à reeleição. O MDB nacional, que foi coligado com Dilma e governou o Brasil por seis anos, agora está sozinho no governo central. A coligação, em Minas, é claro, que não serve ao diretório nacional que pretende eleger o Temer ou quem for coligado com ele. Então Dilma, candidata ao Senado, complica a vida do MDB que quer continuar no governo central. A publicação de pesquisa que mostra a intenção de votos na ex-presidente pode melar alguma coisa nas futuras coligações. Como se sabe, Renan Calheiros já abriu seu voto para Lula. Mas será que ele apoiaria quem for indicado em seu lugar? É uma pergunta que fica no ar. E se realmente dona Dilma, para não prejudicar a candidatura de seu ex- ministro Fernando Pimentel, for convocada por Lula para a presidência da República, terá, como já teve, o apoio de Renan? Viram como costurar coligações não é tão fácil como alguém pensa? Enquanto isso, o grupo que apoia Temer está meio rachado. Mas isso só acontecerá se um perigo maior não rondar suas pretensões. Aí, como sempre acontece, todo mundo se une. O poder está em primeiro lugar. Afinal de contas, quem não está preocupado com a reeleição, seja no Legislativo ou Executivo, levante a mão. Até o prazo final para coligações, “as melancias se acomodam”. Concordam ou não?  

Comente essa notícia
Exibindo 1 a 10 de 1672 resultados encontrados
  • 26/05/2018 - Política

    O uso das forças armadas para conter greve

    Estão caminhando em estrada esburacada, e por isso perigosa, para terminar com a greve dos caminhoneiros. Ao mesmo tempo, usam as forças armadas, não com a intenção de coibir os abusos que contrariam a lei, mas com o objetivo de terminar com a greve. O presidente Temer entende que “o governo fez...
  • 24/05/2018 - Política

    Não vou sair do partido e ninguém me tira

     
    A briga pelo poder é algo mais nocivo do que se pode imaginar. Aqui vale tudo. A briga interna de quase todos os partidos é algo que vem sendo pautada nos últimos tempos. Tudo de olho no poder. O aumento quase que diário dos combustíveis está apenas colocando nas ruas aquilo que vinha sendo...
  • 23/05/2018 - Política

    Temer joga a toalha e indica Meirelles

    A informação que o Jornal do Brasil nos brindou, ontem, nada mais é que a confirmação daquilo que vínhamos analisando nos últimos tempos. Temer não será candidato e lança a pré-candidatura de Henrique Meirelles. A “insistência” do presidente para trazer seu ministro para o MDB deixava...
  • 22/05/2018 - Política

    Novas regras dificultam novas candidaturas

    Que há um sentimento de renovação na política nacional, ninguém duvida. Basta sair às ruas e bater papo com o cidadão comum para saber que é intenção da maioria. Agora, de onde sairão os novos candidatos, eis a questão. Continua proibida a candidatura avulsa, sem necessidade de ser filiada a...
  • 21/05/2018 - Política

    A picada da cobra é curada com seu veneno

    A criação antiga, da qual eu faço parte, se baseava em informações dos nossos pais para evitar que seus filhos seguissem caminhos distintos do que o berço familiar lhes ensinava. As mulheres usavam saia. Não era aceito por muita gente, uso de “calça”, curta ou cumprida, que tirava a feminilidade...
  • 19/05/2018 - Política

    Inflação baixa e combustível alto

    Normalmente, isso seria considerado um disparate. Mas no Brasil tudo é possível. O consumidor tem notado que a inflação baixou. E quando não baixa pelo menos permanece em níveis estáveis. Ao mesmo tempo, o governo tira partido e se vangloria de ter a inflação sobre controle. Ele faz apologia e...
  • 18/05/2018 - Política

    Informação que interessa à região

    Não me considero ouvinte assíduo da Voz do Brasil; no entanto, quando acontece algo que atinge o governo eu vou em busca de informação. A primeira coisa que faço é ficar ligado no programa oficial, em cadeia obrigatória de rádio com notícias do Executivo, Legislativo e Judiciário. Na...
  • 17/05/2018 - Política

    A briga pelo poder é constante

    Quem está fora do governo quer entrar; quem está dentro não quer sair. E isso propicia decisões políticas após denúncias de fraude. Nem sempre são confirmadas, mas servem para o governo fazer mudanças necessárias para aumentar,  mais e mais, sua base política. É claro que de olho na próxima...
  • 15/05/2018 - Política

    Quando a meta é o poder, acham solução

    No final de semana, ocupei-me de pesquisar temas que possam ter influência na próxima eleição. Uma das preocupações é sobre coligações. Antes de mais nada, deixo claro que sou contra coligação. Como sou contrário a verbas públicas serem usadas para reforçar campanhas eleitorais de partidos...
  • 14/05/2018 - Política

    Começam a projetar o próximo governo

    Os “especialistas” em economia começam a mostrar as dificuldades do próximo governo que será eleito em outubro. E aqui não vai nenhum juízo de valor. Aqui está a realidade em que vive o cidadão brasileiro e a possíveis decisões do próximo governo, para evitar que o Brasil se torne ingovernável....
Exibindo 1 a 10 de 1672 resultados encontrados
  • Página de 168
Clique TV
Santa Edwiges Dia das Mães
Assista também:
Pé por Pé Dia das Mães
Clique Social

Coluna Social

Divulgação/FS

FILA imensa de carros esperando para abastecer, quinta-feira (24), às11 da manhã, Posto Balluarte, rua João Telles. Atendimento primoroso mesmo...

Notícias mais lidas do dia

Clique Horóscopo

Áries

Sol e vens continuam seu caminho unidos em leão ainda motivando seu coração. Lua e mercúrio em virgem melhoram as relações de trabalho e possibilitam acordos de negócios. planos e projetos em alta.

Touro

Mercúrio e lua em virgem e ainda seu regente unido ao sol em leão abrem espaços em sua vida para um novo amor entrar. Se já for comprometido, melhora sensivelmente seu relacionamento. Finanças em alta.

Gêmeos

Seu regente entra em virgem e sua capacidade intelectual e mental aumentam sensivelmente. A fase é ótima para rever assuntos relacionados à sua família ou a questões domesticas. Comunicação em alta.

Câncer

Venus e sol unidos em leão continuam trazendo benefícios à sua vida financeira. O momento é ótimo também para pequenas viagens e assuntos de trabalho relacionados à comunicação. Amor em fase neutra.

Leão

Venus e sol em seu signo continuam agindo positivamente em sua vida, especialmente a amorosa e financeira. Mercúrio unido à lua aumenta ainda mais as possibilidades de bons acordos de negócios e ganhos financeiros.

Virgem

Mercúrio e lua em seu signo melhoram o astral que anda meio baixo, com queda de energia. Procure relaxar e manter-se protegido de ambientes e pessoas carregadas. A fase é ótima para acordos comerciais e a comunicação.

Libra

Mercúrio e lua em virgem derrubam sua energia, apesar das demandas sociais. A fase é ótima para a reflexão e a meditação. Seu regente unido ao sol em leão abrem portas para novos contatos comerciais.

Escorpião

Mercúrio e lua em virgem mobilizam sua vida social e amizades neste período. Venus e sol unidos em leão ainda beneficiam sua carreira e vida profissional. A fase é ótima para a comunicação e novos contratos.

Sagitário

O sol e Venus em leão continuam ativando seus estudos e as viagens podem se tornar seu foco neste momento. Carreira e vida profissional em alta, com possibilidade de novos projetos ou propostas de trabalho.

Capricórnio

Mercúrio e lua em virgem aceleram seus projetos e planos futuros e assuntos relacionados a viagens longas e contato com estrangeiros. Fase de grande otimismo e espiritualidade renovada. Amor em alta.

Aquário

Venus e sol em leão continuam mobilizando contatos e parcerias e melhorando seus relacionamentos afetivos e de amizades. A fase é das melhores. Cuidado apenas para não se deixar levar por pensamentos negativos.

Peixes

O trabalho continua sendo beneficiado pela passagem de Venus e do sol pelo signo de leão. Mercúrio e lua em virgem mobilizam seus relacionamentos pessoais e parcerias comerciais. Amor em alta.