Bagé / RS, Terça-feira, 16 de Outubro de 2018
Siga-nos:

Colunistas

Edgar Muza | Bagé/RS
Coluna: Política
Perfil: Radialista, comentarista de política e de notícias de geral. Liderança reconhecida nas áreas de saúde e de Carnaval.
Política

Outro capítulo da novela "leigo não entende"

O Brasil decente, que é a maioria da população, não entende a causa de os políticos com cargos no governo terem foro privilegiado. É a luta para que as instituições cumpram o que diz a Constituição brasileira aprovada em 88: “Todos são iguais perante a lei”. Pelo andar da carruagem o que se tem notado é que alguns componentes da casta política são “mais iguais que outros”. E isso não é invenção, é uma constatação. Hoje vou, outra vez, repetir comentários que fiz a respeito do tema. Delcídio Amaral, Eduardo Azeredo, Ciro Nogueira, Demóstenes Torres foram, ou estão, sendo julgados mesmo com foro privilegiado. Alguns foram presos com Eduardo Cunha, para citar alguns exemplos. Antes que interpretem mal, reafirmo que “agradou a todo o cidadão honesto do país. Lugar de ladrão é na cadeia”. O que estou abordando é a diferença no tratamento. Dependendo da importância do cargo, ou do partido, alguns são tornados réus e julgados. Outros não. Lembro que tão logo “descobriram” a caixa preta de José Sarney, Lula veio a público para defender o parceiro político. “Sarney não pode ser tratado como um cidadão qualquer, ele já foi presidente da República”. Ali estava começando a sua própria defesa, porque “sabia o que iria acontecer quando ele (Lula) deixasse a presidência. O próprio Lula sempre apoiou o foro privilegiado. Tanto é verdade que tem defendido na Justiça a transferência de seus processos da Justiça comum para o Supremo Tribunal Federal. O tema de hoje veio à tona após mais uma ação da Polícia Federal, determinada pela Justiça, que cumpriu mandado contra o senador Ciro Nogueira, presidente do PP, e o deputado Eduardo da Fonte, do mesmo partido. Claro que tem o aplauso da cidadania, mas fica a pergunta: para uns serve a Constituição, para outros não? Qual o motivo, senão o político? A ação da Polícia Federal, com a PGR, foi autorizada pelo ministro Edson Fachin, relator da operação Lava Jato. O mesmo ministro não quis autorizar investigação do presidente Temer ao ser divulgada a gravação de Joesley Batista. Recorreu à Câmara. Lá, o governo tem a maioria da qual, diga-se de passagem, 40% estão denunciados por recebimento de propina, ou ajuda de campanha, como queiram. A procedência do dinheiro dos empresários foi sempre acompanhada de comprometimento dos políticos para aprovarem leis que os beneficiasse. E isso está provado. Os empresários foram presos. Os políticos estão protegidos pelo cargo que exercem. Alguns deles, claro. E aqui se pode deduzir que o jargão popular está presente: “Aos inimigos os  rigores da lei; aos amigos, os favores da lei. A lei para os indiferentes”. Então, eis a razão para “leigo não entender decisões judiciais”. O fato é que nos baseamos na lógica. Algumas decisões judiciais não se enquadram. Certo?

Tríplice fronteira tem esquema político

Em entrevista ao Correio, especialista em segurança afirma que há na Tríplice Fronteira, um esquema desenhado para beneficiar um grupo específico. Vanessa Neumann, presidente da consultoria de análise de riscos Asymmetrica, que subsidia o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), afirma que a região de Foz do Iguaçu é uma das principais do mundo para a lavagem de dinheiro. Segundo ela, a novidade é o crescimento das relações com o PCC, maior facção criminosa do Brasil. No estudo que está sendo apresentado sobre a tríplice fronteira Brasil - Paraguai e Argentina -, ela foi enfática: "Depois da analisar todos os dados, chegamos à conclusão de que o centro de gravidade é esse, porque o que cruza a fronteira de um ponto a outro segue a um esquema desenhado para beneficiar um grupo de elite de empresários e políticos que está na capital paraguaia. O modo como a autoridade está estruturada não deixa margem à dúvida. Coloca-se o controle da fronteira nas mãos de pessoas que não têm um mandato para parar o contrabando. Isso não é um acidente. Assim como não é o fato de que a polícia não se reporta ao procurador-geral. Isso tem-se construído ao longo das últimas quatro décadas, e vem crescendo. A tríplice fronteira opera de forma estável, balanceada, o que é preocupante. Mostra que não há conflito entre os vários grupos!”. No português bem claro: todos sabem o que acontece em uma fronteira aberta, mas nenhum governo quer modificar. Então é mais um estudo, aprimorado e com detalhes que será apresentado. Os governos tomarão providências? Se está bom assim para a “casta”, por que modificar? Há muito interesse financeiro entre políticos, contrabandistas de vulto e empresários. É difícil mudar.

Comente essa notícia
Exibindo 1 a 10 de 1787 resultados encontrados
  • 16/10/2018 - Política

    Reiniciaram as pesquisas. Vamos à análise

    A BTG/ Pactual publicou, ontem, a primeira pesquisa sobre intenção de votos no segundo turno. Ainda bem que o levantamento, finalmente, publica o percentual de quem afirmou que ”não irá votar”. Como gosto de analisar números, vamos a eles. Bolsonaro tem 59% dos votos válidos contra 41% do...
  • 15/10/2018 - Política

    Liderança não se conquista tão rápido

    Na manhã de ontem, como sempre faço, fui ler os jornais brasileiros sobre o momento atual em nossa política. Manchete que me chamou atenção: ”Se quer ganhar, Haddad deve garantir que não soltará Lula”. Opinião de um professor de Harvard, Steven Levitsky, entrevistado pelo Correio Brasiliense....
  • 12/10/2018 - Política

    Quem vencer terá que formar maioria

    A opinião que sempre externei neste espaço está se formatando. Os dois candidatos entraram em campo no sentido de garantir a eleição. É claro que Bolsonaro leva vantagem. Seus eleitores continuarão fiéis ao voto do primeiro turno. Isso não é necessário que os institutos de pesquisas afirmem. É a...
  • 11/10/2018 - Política

    Ainda a disputa de vaidades no Judiciário

    O que o cidadão comum não entende são as interpretações do poder Judiciário. A referência é fundamentada nas causas que levam os juristas a interpretar a mesma lei de maneira diferente. Dizem que cada juiz tem o direito de pensar diferente ao julgar um caso usando a mesma lei. Eu sei que os...
  • 10/10/2018 - Política

    Houve renovação no Congresso Nacional

    Acompanhando parte do noticiário nacional, cheguei à conclusão de que houve, sim, renovação no Congresso Nacional. Algumas das velhas “raposas” que respaldaram a velha política não foram reeleitas. Apenas para dar um exemplo, no Senado, duas “locomotivas da má política” ficaram sem mandatos....
  • 09/10/2018 - Política

    No segundo turno a vantagem é de Bolsonaro

    É uma conclusão lógica. São os números reais que dão a certeza para essa conclusão. Os eleitores de Bolsonaro devem repetir seu voto. Aqui também baseado na lógica. O mesmo acontece com os eleitores de Haddad. O que está em jogo são os eleitores dos demais candidatos que foram barrados pelas...
  • 06/10/2018 - Política

    Em véspera de eleição tudo pode acontecer

    E isso não é vontade do colunista. Isso é constatação dos últimos pleitos. Tem um ditado que diz: “Nem tudo que reluz é ouro, nem tudo que balança cai”. Quem convive com eleição há 50 anos, tendo passado, inclusive, por eleições indiretas com votação apenas do Congresso, formado por 70% de...
  • 05/10/2018 - Política

    Arlindo luta pela vida; políticos, pelo poder

    Não poderia deixar de abordar, na coluna de hoje, a recuperação fabulosa de Arlindo Cruz. Um dos grandes sambistas do Brasil, como se sabe, faz um ano que luta pela vida. Quando sofreu um AVC hemorrágico, nem os médicos acreditavam em sua recuperação. Embora fosse rodeado de todo o tipo de...
  • 04/10/2018 - Política

    Votos brancos e nulos auxiliam os líderes

    Faz um bom tempo que venho advertindo os leitores sobre abstenção, votos brancos e nulos. Pois a última pesquisa aumenta a preocupação a partir do percentual de votos inválidos. Vamos explicar outra vez para que não paire dúvida. No caso da eleição para o Legislativo, quanto mais votos válidos,...
  • 03/10/2018 - Política

    Uso do poder para mostrar vaidades pessoais

    Aqui quem manda sou eu. Frase muito usada por diversos “ditadores” para mostrar seu poder. Muito usada pelos dirigentes partidários quando queriam determinar, na “marra”, decisões sobre coligações. Isso aconteceu não só enquanto vivíamos na ditadura. Aliás, é a prática de todo o regime de força....
Exibindo 1 a 10 de 1787 resultados encontrados
  • Página de 179
Clique TV
Óptica Bagé - Dia dos Pais
Assista também:
Santa Edwiges - Dia dos Pais
Clique Social

Coluna Social

Divulgação/FS

CANCELADO concertos do “Grupo Pianistas de Bagé”, novembro,em Bagé. A sugestão foi da diretora Lúcia Antônia Bezerra de Melo e todos os pianistas...

Notícias mais lidas do dia

Clique Horóscopo

Áries

Sol e vens continuam seu caminho unidos em leão ainda motivando seu coração. Lua e mercúrio em virgem melhoram as relações de trabalho e possibilitam acordos de negócios. planos e projetos em alta.

Touro

Mercúrio e lua em virgem e ainda seu regente unido ao sol em leão abrem espaços em sua vida para um novo amor entrar. Se já for comprometido, melhora sensivelmente seu relacionamento. Finanças em alta.

Gêmeos

Seu regente entra em virgem e sua capacidade intelectual e mental aumentam sensivelmente. A fase é ótima para rever assuntos relacionados à sua família ou a questões domesticas. Comunicação em alta.

Câncer

Venus e sol unidos em leão continuam trazendo benefícios à sua vida financeira. O momento é ótimo também para pequenas viagens e assuntos de trabalho relacionados à comunicação. Amor em fase neutra.

Leão

Venus e sol em seu signo continuam agindo positivamente em sua vida, especialmente a amorosa e financeira. Mercúrio unido à lua aumenta ainda mais as possibilidades de bons acordos de negócios e ganhos financeiros.

Virgem

Mercúrio e lua em seu signo melhoram o astral que anda meio baixo, com queda de energia. Procure relaxar e manter-se protegido de ambientes e pessoas carregadas. A fase é ótima para acordos comerciais e a comunicação.

Libra

Mercúrio e lua em virgem derrubam sua energia, apesar das demandas sociais. A fase é ótima para a reflexão e a meditação. Seu regente unido ao sol em leão abrem portas para novos contatos comerciais.

Escorpião

Mercúrio e lua em virgem mobilizam sua vida social e amizades neste período. Venus e sol unidos em leão ainda beneficiam sua carreira e vida profissional. A fase é ótima para a comunicação e novos contratos.

Sagitário

O sol e Venus em leão continuam ativando seus estudos e as viagens podem se tornar seu foco neste momento. Carreira e vida profissional em alta, com possibilidade de novos projetos ou propostas de trabalho.

Capricórnio

Mercúrio e lua em virgem aceleram seus projetos e planos futuros e assuntos relacionados a viagens longas e contato com estrangeiros. Fase de grande otimismo e espiritualidade renovada. Amor em alta.

Aquário

Venus e sol em leão continuam mobilizando contatos e parcerias e melhorando seus relacionamentos afetivos e de amizades. A fase é das melhores. Cuidado apenas para não se deixar levar por pensamentos negativos.

Peixes

O trabalho continua sendo beneficiado pela passagem de Venus e do sol pelo signo de leão. Mercúrio e lua em virgem mobilizam seus relacionamentos pessoais e parcerias comerciais. Amor em alta.