Bagé / RS, Segunda-feira, 19 de Fevereiro de 2018
Siga-nos:

Colunistas

Edgar Muza | Bagé/RS
Coluna: Política
Perfil: Radialista, comentarista de política e de notícias de geral. Liderança reconhecida nas áreas de saúde e de Carnaval.
Política

O fim do mundo está presente no dia a dia

Desde criança, faz um bom tempo que escuto falar no fim do mundo. Criado dentro de um sistema rigoroso (e salutar) de respeito aos mais velhos, aos bons costumes, é claro que o simples mencionar que o mundo acabaria já nos assustava. O receio de sermos julgados por um ente superior, após terminar a vida terrestre, nos obrigava a seguir as regras estabelecidas pela sociedade da época. O mundo foi mudando e os valores morais se distanciaram da lógica “daquele tempo”. Quando algum jovem de 15 anos “piscava o olho” para uma menina, percebidos pelos pais, já vinha a advertência. “Se fizer mal a menina vai casar”. A menção do “isso é o fim do mundo” virou um adágio popular corriqueiro. A escola, o trabalho, as viagens e o contato com outras pessoas, do Brasil e do mundo, foram transformando o medo em gozação. Para quem acompanha a evolução (ou involução?) do mundo moderno, é claro que percebemos que, para muitos, vivemos no fim do mundo. Quando vemos ladrões de galinha, ou seja, ladrõezinhos baratos como a sociedade os identifica, sendo presos sumariamente e ladrões engravatados sendo perdoados, é claro que a frase vem ao natural. Mas isso é o fim do mundo. Enquanto as guerras provocadas por governos ditatoriais colocam em risco a vida de muitos inocentes, presenciamos a morte pela fome no dia a dia. A tal ponto chegou que os cidadãos se organizam para minimizar a fome dos carentes, obrigação do poder público. Felizmente, existem pessoas que dando valor à vida, aglutinam-se em ações que tentam minimizar a “fome alheia”. As previsões do britânico, David Meade, falharam. Parte da população crê que “um ser superior” criou este “mundo velho de guerra”. Eu também creio. Então, não é o homem que determinará seu fim. Claro que ameaças de guerra, provocadas pelo bem e o mal, ou no português bem claro, pelo poder perseguido pelo homem, é um bom caminho para o final de mundo. Então, prolifera miséria,  fome e aumenta a marginalidade. A última declaração do numerólogo, que remarcou o fim do mundo para 15 de outubro, domingo, dia em que estou redigindo este comentário. Se os leitores (que são poucos, mas fiéis) estão tendo acesso a esta página, é claro que não aconteceu. Caso contrário, a FS vai sucumbir nos escombros. Talvez, até ficando para os pesquisadores de um novo mundo que renascerá das cinzas, igual a fênix. Enquanto isso, a terra gira e, de novo, me faz chegar a Brasília, reduto da “casta”, eleita por nós. A guerra de beleza entre as instituições continua ativa. Nossas leis, pelo número excessivo de “vírgulas”, propositadamente colocadas em seu texto, propiciam interpretação as mais variadas, como a seguir transcrevo.

Decisão da Justiça quer votação aberta
E aqui vem algo que pode deixar os leitores perplexos, se é que ainda tem espaço para tal. A votação em apreço é sobre o senador Aécio Neves, retirado do cargo pela segunda turma do Supremo, determinando que ele possa apenas dormir em seu “pró-morar” em uma bela praia do Rio, derrubada pelo pleno do STF por seis votos a cinco. Uma ação popular foi encaminhada ao juiz Federal Márcio Luiz Coelho Freitas, tomada na sexta-feira, 13, (ao que consta foi assinada em seu gabinete e não embaixo de uma escada), determinou que a votação dos senadores, a ser realizada amanhã, seja aberta e não com voto secreto. Dita reunião será para julgar se Aécio pode ou não continuar no cargo de senador. É claro que aqui vai a interpretação de um senil, leigo, que não se omite em tema algum. E isso pode conduzir a erro, como já aconteceu em algumas vezes. Agora, não corro o risco de ficar em cima do muro. E qual a conclusão que chego? Vamos lá. Como Aécio e um bom grupo de seu partido, estão dando respaldo à permanência de Temer na presidência da República, é natural que os demais defensores do presidente se unam para evitar que Aécio perca o mandato. Mas estes não querem que a população saiba quem votou contra e a favor, pois estão de olho na eleição no próximo ano. Estão engendrando votação secreta com o objetivo de salvar o “parceiro” político. A decisão do juiz de Brasília é baseada em que o próprio Supremo, tempos atrás, determinou que a votação dos legisladores tem que ser com voto aberto. Entre nós, você acredita que cassarão o parceiro Aécio? Eu não. E me baseio em afirmações anteriores. Tudo o que está acontecendo e irá acontecer, foi projetado pelos corruptos unidos. E o objetivo maior é salvar Michel Temer das mãos de Moro. Mesmo que para tal esteja usando nosso dinheiro como moeda de troca. O balcão de negociatas continua aberto. Concordam?       

Comente essa notícia
Exibindo 1 a 10 de 1592 resultados encontrados
  • 19/02/2018 - Política

    O problema do Brasil é desrespeito às leis

    O decreto de intervenção militar no Rio desperta a velha rixa entre o bem e o mal. Para início de conversa reitero que sou um democrata convicto. “Democrata radical”, como se o termo servisse de base para qualquer interpretação diferente daquilo que penso, e expresso, em defesa do sistema...
  • 17/02/2018 - Política

    A política deve ser satanizada

    Em viagem a Washington, o vice- residente do STF, José Antônio Dias Toffoli afirma “Judiciário não deve satanizar políticos”. A partir dessa afirmação, interessei-me pelo corpo da matéria. Primeiro para saber o que ele estava fazendo nos Estados Unidos. Se em missão oficial ou gozando de suas...
  • 16/02/2018 - Política

    Anatel marca reunião extraordinária

    Na próxima quinta-feira está marcada uma reunião extraordinária do conselho diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) cujo objetivo é debater o acompanhamento do processo de recuperação judicial da OI. Dito encontro será fechado ao público “por se tratar de assunto sigiloso”. Ao...
  • 15/02/2018 - Política

    Voltamos à rotina. Na pauta: a Previdência

    Tudo o que está acontecendo no Brasil traz, em primeiro plano, a próxima eleição. Não pensem que a defesa das reformas por parte da base do governo não está inserida no receio dos parlamentares de serem “corridos” pelas urnas. Agora não se trata mais do tema em si. Agora, os parlamentares da...
  • 14/02/2018 - Política

    Carnaval: expressão da cultura popular

    Para quem assistiu, parte ou todo, às imagens do carnaval brasileiro, deve ter sentido, como eu senti, orgulho de aqui ter nascido. Não pelo espetáculo em si, mas para a verdadeira aula de história que, creio, estão ausentes em nossos bancos escolares. O espetáculo já é reconhecido no mundo...
  • 10/02/2018 - Política

    Jogar para a torcida é a prática política

    Havia escolhido, para a coluna de hoje, abordar temas relacionados ao carnaval. Somente ao carnaval. Infelizmente, decisões de governos ou de autoridades do Judiciário não me deixam margem para que ocupe todo o espaço de hoje, com a maior festa popular que é o carnaval brasileiro. A partir da...
  • 09/02/2018 - Política

    Culpar os outros é mais fácil do que assumir

    Essa prática não é nova. Todo o governo que assume, ao enfrentar a primeira dificuldade, coloca a culpa no governo que o antecedeu. É claro, se ele for de partido adversário. Se for companheiro quem recebe o cargo por voto popular, engole em seco e deixa para lá. Poucos são os casos do “fogo...
  • 08/02/2018 - Política

    Por muito menos, Vargas deu um tiro no peito

    Realmente, nós estamos mal representados no governo central. A frase que abre a coluna de hoje foi proferida por Carlos Marun. Não deveria ser levada em consideração, porque a história do Marun não merece que se perca tempo em contestar. Mas quem cala consente. O simples passado político do...
  • 07/02/2018 - Política

    Certas declarações nos levam ao passado

    Quem acompanha os movimentos políticos (partidários e eleitoreiros) não deve desconhecer certas afirmações de quem deveria ser discreto pela importância dos cargos que exerce. Presidentes da República e da Câmara. Ambos candidatos à presidência de República. Afirmam que estão aliados, mas, na...
  • 06/02/2018 - Política

    Mais uma arma na mão do governo

    Para início de conversa, ainda não consegui ler todo o projeto que visa mudar a Previdência. Nem o original que partiu do governo e muito menos as modificações negociadas com o Congresso. Dizem que foi reduzido 50% do que previa o projeto original. Portanto, continuo a não fazer juízo de valor....
Exibindo 1 a 10 de 1592 resultados encontrados
  • Página de 160
Clique TV
Novo Polo na Tterrasul
Assista também:
Casa & Conforto
Clique Social

Coluna Social

“Quedas são necessárias à medida que despertam forças até então desconhecidas; atributos latentes concedidos por Deus para que vençamos na...

Notícias mais lidas do dia

Clique Horóscopo

Áries

Sol e vens continuam seu caminho unidos em leão ainda motivando seu coração. Lua e mercúrio em virgem melhoram as relações de trabalho e possibilitam acordos de negócios. planos e projetos em alta.

Touro

Mercúrio e lua em virgem e ainda seu regente unido ao sol em leão abrem espaços em sua vida para um novo amor entrar. Se já for comprometido, melhora sensivelmente seu relacionamento. Finanças em alta.

Gêmeos

Seu regente entra em virgem e sua capacidade intelectual e mental aumentam sensivelmente. A fase é ótima para rever assuntos relacionados à sua família ou a questões domesticas. Comunicação em alta.

Câncer

Venus e sol unidos em leão continuam trazendo benefícios à sua vida financeira. O momento é ótimo também para pequenas viagens e assuntos de trabalho relacionados à comunicação. Amor em fase neutra.

Leão

Venus e sol em seu signo continuam agindo positivamente em sua vida, especialmente a amorosa e financeira. Mercúrio unido à lua aumenta ainda mais as possibilidades de bons acordos de negócios e ganhos financeiros.

Virgem

Mercúrio e lua em seu signo melhoram o astral que anda meio baixo, com queda de energia. Procure relaxar e manter-se protegido de ambientes e pessoas carregadas. A fase é ótima para acordos comerciais e a comunicação.

Libra

Mercúrio e lua em virgem derrubam sua energia, apesar das demandas sociais. A fase é ótima para a reflexão e a meditação. Seu regente unido ao sol em leão abrem portas para novos contatos comerciais.

Escorpião

Mercúrio e lua em virgem mobilizam sua vida social e amizades neste período. Venus e sol unidos em leão ainda beneficiam sua carreira e vida profissional. A fase é ótima para a comunicação e novos contratos.

Sagitário

O sol e Venus em leão continuam ativando seus estudos e as viagens podem se tornar seu foco neste momento. Carreira e vida profissional em alta, com possibilidade de novos projetos ou propostas de trabalho.

Capricórnio

Mercúrio e lua em virgem aceleram seus projetos e planos futuros e assuntos relacionados a viagens longas e contato com estrangeiros. Fase de grande otimismo e espiritualidade renovada. Amor em alta.

Aquário

Venus e sol em leão continuam mobilizando contatos e parcerias e melhorando seus relacionamentos afetivos e de amizades. A fase é das melhores. Cuidado apenas para não se deixar levar por pensamentos negativos.

Peixes

O trabalho continua sendo beneficiado pela passagem de Venus e do sol pelo signo de leão. Mercúrio e lua em virgem mobilizam seus relacionamentos pessoais e parcerias comerciais. Amor em alta.