Bagé / RS, Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2018
Siga-nos:

Colunistas

Edgar Muza | Bagé/RS
Coluna: Política
Perfil: Radialista, comentarista de política e de notícias de geral. Liderança reconhecida nas áreas de saúde e de Carnaval.
Política

Todo o pecado será perdoado no Congresso

Faz muito tempo que ouço falar no nome 'Bloomberg', mas nunca tinha me aprofundado para saber em que área atuava. É uma organização que atua em diversas áreas, entre elas é especializada em comentários sobre atuações políticas. Está presente em muitos países espalhados por todo o mundo. É respeitado na defesa do meio ambiente, economia, educação, artes e cultura e ajuda em projetos filantrópicos. Matéria divulgada na terça-feira, cujo título encabeça a coluna de hoje, enfoca fatos e tira conclusões. Avalia a decisão da primeira turma do Supremo que afastou Aécio Neves do Senado. Conclui: "Todo o pecado será perdoado no Congresso brasileiro”. A base para a afirmação é justificada com fatos acontecidos. Vai fundo ao afirmar que, a partir do início da operação Lava Jato (2014), os partidos que participaram do esquema não “fizeram praticamente nada para corrigir seus erros e punir os envolvidos”. Os dados que apresentam foram tirados do STF. E aqui transcrevo parte da informação: “Há dezenas de políticos alvos da Lava Jato no Congresso que não sofreram nenhum tipo de investigação por quebra de decoro. Os conselhos de ética da Câmara e do Senado, que têm por função zelar pelo comportamento dos parlamentares, não investigam envolvidos, no maior escândalo de corrupção do país, há mais de um ano. Os números são impressionantes. Do total de 594 congressistas (513 deputados e 81 senadores), 237 estão sendo investigados, o que corresponde a 40% do Legislativo brasileiro, apenas 47 deputados e oito senadores já se tornaram réus e um deputado foi condenado”. Entre outras coisas, cita o caso atual de Aécio Neves, cuja suspensão de seu julgamento pelos colegas do Senado foi forçada por negociações entre os poderes, aguardando o julgamento do Supremo, marcado para o dia 11. Lembra, também, que a primeira suspensão de seus direitos como senador foi arquivada por “falta de prova”. É bom lembrar que o Conselho de Ética do Senado é presidido por João Alberto (PMDB), afilhado político do ex- presidente José Sarney. Então não sou somente eu que lembro, quase que diariamente, de Sarney como um dos políticos mais fortes no Brasil. Ele manda e desmanda, não apenas em seu partido, como em diversos outros que na ditadura foram comandados por ele. A “paralisia dos congressistas” é benéfica para seus componentes. E agrada a maioria dos partidos. O Supremo Tribunal Federal, por exemplo, já arquivou investigações de deputados e senadores que prescreveram por idade. São os casos dos senadores Garibaldi Alves (PMDB), Marta Suplicy (PMDB) e José Agripino Maia (DEM), e dos deputados Jarbas Vasconcelos (PMDB) e Roberto Freire (PPS). Os corruptos, em menor número como se observa, conseguem passar incólume e não são cassados pela maioria tida como  honesta. A propósito, para encerrar a coluna de hoje, quinta-feira,  transcrevo o comentário do dr. Abero, com sua devida autorização, encabeçada pelo título sugestivo a seguir:

Honra ao mérito

“Em momentos em que se avolumam entusiásticas loas aos anos em que a democracia esteve suspensa, nada mais justo do que render tributo e homenagem a um de seus mais destacados vultos: José Ribamar Sarney. Sim, porque foi o proeminente maranhense a mais rutilante voz em defesa do que alguns denominam anos de chumbo (notadamente os que lhe sentiram as agruras) e revolução redentora outros. Ignoram, muitos, mas é matéria fartamente registrada na imprensa da época e nos anais do Senado que foi o consagrado autor de Marimbondos de Fogo, a figura escalada para enfrentar Paulo Brossard de Souza Pinto, quando esta glória nacional, arrancava desde Bagé de seus amores, inspiração e força para rugir, no Senado, contra o que, para sua visão de democrata, não passava de escuridão e arbítrio. Sarney, firme ali, a suportar os golpes implacáveis do talento que se unia ao amor à liberdade. Estoico, o maranhense, na dura missão de se colocar, doesse a quem doesse, do lado dos mais fortes. Que motivo teriam os tão honrados militares, segundo apregoam seus simpatizantes, para nomear porta-voz de sua doutrina o hoje tão desacreditado ex-senador? Ficamos assim: no caos que descrevem os arautos da “volta dos militares,” Sarney figura como estrela de primeira grandeza. Não por acaso, Luís Inácio, com a desenvoltura que o tornou tristemente célebre, afirmou que tão importante era para seu delirante projeto a figura do poeta maranhense que não podia ele ser julgado pelo critério com que se julga o comum dos mortais. Estranha coincidência: Ribamar realiza o prodígio de ter sido, ao mesmo tempo, estrela da seita bolivariana e de seus furiosos algozes”. Não preciso acrescentar nada. Concordam?  
 

Comente essa notícia
Exibindo 1 a 10 de 1593 resultados encontrados
  • 20/02/2018 - Política

    A diferença entre o Ceará e o Rio de Janeiro

    A desconfiança em tudo que os governantes decidem (ou em quase tudo!) se fundamenta exclusivamente na diferença de procedimento. Quem não sabe que a criminalidade está cada vez mais divulgada nos meios midiáticos é porque não tem tempo ou não se interessa pelo que está a sua volta. No entanto, a...
  • 19/02/2018 - Política

    O problema do Brasil é desrespeito às leis

    O decreto de intervenção militar no Rio desperta a velha rixa entre o bem e o mal. Para início de conversa reitero que sou um democrata convicto. “Democrata radical”, como se o termo servisse de base para qualquer interpretação diferente daquilo que penso, e expresso, em defesa do sistema...
  • 17/02/2018 - Política

    A política deve ser satanizada

    Em viagem a Washington, o vice- residente do STF, José Antônio Dias Toffoli afirma “Judiciário não deve satanizar políticos”. A partir dessa afirmação, interessei-me pelo corpo da matéria. Primeiro para saber o que ele estava fazendo nos Estados Unidos. Se em missão oficial ou gozando de suas...
  • 16/02/2018 - Política

    Anatel marca reunião extraordinária

    Na próxima quinta-feira está marcada uma reunião extraordinária do conselho diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) cujo objetivo é debater o acompanhamento do processo de recuperação judicial da OI. Dito encontro será fechado ao público “por se tratar de assunto sigiloso”. Ao...
  • 15/02/2018 - Política

    Voltamos à rotina. Na pauta: a Previdência

    Tudo o que está acontecendo no Brasil traz, em primeiro plano, a próxima eleição. Não pensem que a defesa das reformas por parte da base do governo não está inserida no receio dos parlamentares de serem “corridos” pelas urnas. Agora não se trata mais do tema em si. Agora, os parlamentares da...
  • 14/02/2018 - Política

    Carnaval: expressão da cultura popular

    Para quem assistiu, parte ou todo, às imagens do carnaval brasileiro, deve ter sentido, como eu senti, orgulho de aqui ter nascido. Não pelo espetáculo em si, mas para a verdadeira aula de história que, creio, estão ausentes em nossos bancos escolares. O espetáculo já é reconhecido no mundo...
  • 10/02/2018 - Política

    Jogar para a torcida é a prática política

    Havia escolhido, para a coluna de hoje, abordar temas relacionados ao carnaval. Somente ao carnaval. Infelizmente, decisões de governos ou de autoridades do Judiciário não me deixam margem para que ocupe todo o espaço de hoje, com a maior festa popular que é o carnaval brasileiro. A partir da...
  • 09/02/2018 - Política

    Culpar os outros é mais fácil do que assumir

    Essa prática não é nova. Todo o governo que assume, ao enfrentar a primeira dificuldade, coloca a culpa no governo que o antecedeu. É claro, se ele for de partido adversário. Se for companheiro quem recebe o cargo por voto popular, engole em seco e deixa para lá. Poucos são os casos do “fogo...
  • 08/02/2018 - Política

    Por muito menos, Vargas deu um tiro no peito

    Realmente, nós estamos mal representados no governo central. A frase que abre a coluna de hoje foi proferida por Carlos Marun. Não deveria ser levada em consideração, porque a história do Marun não merece que se perca tempo em contestar. Mas quem cala consente. O simples passado político do...
  • 07/02/2018 - Política

    Certas declarações nos levam ao passado

    Quem acompanha os movimentos políticos (partidários e eleitoreiros) não deve desconhecer certas afirmações de quem deveria ser discreto pela importância dos cargos que exerce. Presidentes da República e da Câmara. Ambos candidatos à presidência de República. Afirmam que estão aliados, mas, na...
Exibindo 1 a 10 de 1593 resultados encontrados
  • Página de 160
Clique TV
Novo Polo na Tterrasul
Assista também:
Casa & Conforto
Clique Social

Aplausos

MERECIDA homenagem vai receber Nei Mário Mércio Carneiro pelos seus 55 anos como sócio do Rotary Clube de Bagé. O evento, dia 1º de março, no...

Notícias mais lidas do dia

Clique Horóscopo

Áries

Sol e vens continuam seu caminho unidos em leão ainda motivando seu coração. Lua e mercúrio em virgem melhoram as relações de trabalho e possibilitam acordos de negócios. planos e projetos em alta.

Touro

Mercúrio e lua em virgem e ainda seu regente unido ao sol em leão abrem espaços em sua vida para um novo amor entrar. Se já for comprometido, melhora sensivelmente seu relacionamento. Finanças em alta.

Gêmeos

Seu regente entra em virgem e sua capacidade intelectual e mental aumentam sensivelmente. A fase é ótima para rever assuntos relacionados à sua família ou a questões domesticas. Comunicação em alta.

Câncer

Venus e sol unidos em leão continuam trazendo benefícios à sua vida financeira. O momento é ótimo também para pequenas viagens e assuntos de trabalho relacionados à comunicação. Amor em fase neutra.

Leão

Venus e sol em seu signo continuam agindo positivamente em sua vida, especialmente a amorosa e financeira. Mercúrio unido à lua aumenta ainda mais as possibilidades de bons acordos de negócios e ganhos financeiros.

Virgem

Mercúrio e lua em seu signo melhoram o astral que anda meio baixo, com queda de energia. Procure relaxar e manter-se protegido de ambientes e pessoas carregadas. A fase é ótima para acordos comerciais e a comunicação.

Libra

Mercúrio e lua em virgem derrubam sua energia, apesar das demandas sociais. A fase é ótima para a reflexão e a meditação. Seu regente unido ao sol em leão abrem portas para novos contatos comerciais.

Escorpião

Mercúrio e lua em virgem mobilizam sua vida social e amizades neste período. Venus e sol unidos em leão ainda beneficiam sua carreira e vida profissional. A fase é ótima para a comunicação e novos contratos.

Sagitário

O sol e Venus em leão continuam ativando seus estudos e as viagens podem se tornar seu foco neste momento. Carreira e vida profissional em alta, com possibilidade de novos projetos ou propostas de trabalho.

Capricórnio

Mercúrio e lua em virgem aceleram seus projetos e planos futuros e assuntos relacionados a viagens longas e contato com estrangeiros. Fase de grande otimismo e espiritualidade renovada. Amor em alta.

Aquário

Venus e sol em leão continuam mobilizando contatos e parcerias e melhorando seus relacionamentos afetivos e de amizades. A fase é das melhores. Cuidado apenas para não se deixar levar por pensamentos negativos.

Peixes

O trabalho continua sendo beneficiado pela passagem de Venus e do sol pelo signo de leão. Mercúrio e lua em virgem mobilizam seus relacionamentos pessoais e parcerias comerciais. Amor em alta.