Bagé / RS, Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2018
Siga-nos:

Colunistas

Edgar Muza | Bagé/RS
Coluna: Política
Perfil: Radialista, comentarista de política e de notícias de geral. Liderança reconhecida nas áreas de saúde e de Carnaval.
Política

Maia cobra mais respeito do Planalto

Quando os denunciados por “corrupção’ começam a brigar, o cidadão honrado começa a vibrar. Desculpem a rima, não foi intencional. A alegria voltou a tomar conta de mim, que não vejo a condenação de corruptos ou a inelegibilidade ser decretada, antes da próxima eleição. Entretanto, vejo a preparação de uma lei, que será aprovada nos próximos dias pelo Congresso, que tenta colocar os corruptos à frente de uma possível lista partidária, o que os conduziria mais facilmente à reeleição. Quem brigou com quem? Rodrigo Maia versus Michel Temer. De início, pensei ser uma “briga de gancho”. Como acontecia em nossa infância. Mas não. A causa da advertência foi a disputa de mais um corrupto que estava comprometido com o DEM e assinou ficha com o PMDB. Os Democratas que formam a bancada da base de Temer, ficaram revoltados com a traição do PMDB. Foi fundo ao afirmar que “Temer faltou com a palavra e até ameaçou  com a retaliação do DEM em votações de interesse do governo”. Pediu que o Palácio pare com o “fogo amigo”. Como este filme já passou em meu cinema, me chamou atenção o desabafo do presidente da Câmara. Sua bancada deve estar descontente com a primeira liberação de recursos antes de ser votada a denúncia anterior contra Temer. Ao tomar essa decisão, Maia garante praticamente que a “injustiça” cometida seja corrigida na próxima votação, que autorizará ou não, a investigação do presidente, pelo Supremo. Mas o que ficou ainda mais engraçado, para não dizer outra coisa, é que nessa “briga” Rodrigo Maia criticou até seu sogro, Moreira Franco, que participou da assinatura de ficha de filiação do “Pelé” conquistado para suas fileiras. É claro que a esposa de Maia não vai ficar satisfeita com as críticas a seu pai. Então, conclusão minha, as críticas têm um objetivo, “valorizar o voto de cada Democrata” e receber o que eles acham que têm direito. Assim como no futebol quando um craque da bola é contratado, ou é disputado, por grandes clubes, eu fui buscar a “ficha técnica” do passe do “atleta”, que assinou com o PMDB. E aí entendi tudo.    

O novo integrante do time do Temer
O senador Fernando Bezerra Coelho muda de partido como quem muda de camisa. Entre outras coisas, ele foi presidente do Santa Cruz e conseguiu patrocínios de órgãos federais para sua equipe. Foi filiado ao PDS, partido que substituiu a Arena, partido que deu respaldo à ditadura. Em 82, se elegeu deputado estadual de Pernambuco. Depois, migrou para o PFL e, após, filiou-se ao PMDB onde elegeu-se deputado federal constituinte (87 a 91). Já em 2000 foi reeleito prefeito de sua cidade, Petrolina, agora pelo PPS. Em 2006, na gestão de Eduardo Campos (PSB), presidiu o Complexo Portuário do Porto de Suape. Em 2011, compôs a equipe de Dilma Roussef (PT) como ministro da Integração Nacional. Ficou até outubro de 2013, quando seu partido (PSB) rompeu com o governo e ele foi candidato a senador. Agora, em setembro de 2017, causa um frisson no Rodrigo Maia, que já tinha o seu passe garantido para o DEM. Talvez a oferta das “luvas” para que o craque assinasse ficha, não tenha sido tão substancial quanto a do PMDB, cuja presidência da República tem a “chave do cofre”. Até aqui, apenas a troca de clubes (desculpem de partidos) mostra que seu nome é considerado importante para os objetivos politiqueiros de cada uma das partes. Agora, vem o lado importante de seu currículo e a causa da disputa de seu passe pelo DEM que perdeu para PMDB.

Suspeita de corrupção  
A Polícia Federal através da Operação Turbulência investiga um esquema de lavagem de dinheiro que teria movimentado mais de R$ 600 milhões. O dinheiro teria sido utilizado para abastecer o caixa dois do PSB e assim financiar a campanha de reeleição de Eduardo Campos, ao governo de Pernambuco em 2010 e nas eleições presidenciais de 2014. Segundo as investigações, parte do dinheiro teria sido usado na compra da aeronave utilizada por Campos na sua campanha. Segundo o Ministério Público Federal, Eduardo Campos e o senador Fernando Bezerra Coelho teriam recebido propina do dono da aeronave. A construtora Camargo Corrêa teria pago propina a Campos e Bezerra, referentes as obras na Refinaria Abreu e Lima. A empreiteira OAS também estaria envolvida. O esquema de lavagem de dinheiro também estaria ligado com outros esquemas investigados na Operação Lava Jato. Os leitores concordam que a disputa entre PMDB e DEM, leva em conta “os serviços prestados” pelo senador Bezerra. Para concluir sua ficha técnica, em outubro de 2016, ele foi denunciado pela Procuradoria Geral da República pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, acusado de receber propina de R$ 41 milhões. Concordam que um atleta "com essa qualidade técnica merece ser disputado, pelos partidos que lideram (junto com PT, PP e PSDB) a corrupção nacional”. Não repita voto em denunciados. Certo?
 

Comente essa notícia
Exibindo 1 a 10 de 1594 resultados encontrados
  • 21/02/2018 - Política

    História é história, o resto é bobagem

    A intervenção militar na segurança do Rio de Janeiro traz o passado até o presente. Três jovens negros colocaram na internet  dicas para seus irmãos de raça se protegerem da investigação dos militares. Posso até considerar exagero porque, mal ou bem, vivemos em democracia. O JB dá ampla...
  • 20/02/2018 - Política

    A diferença entre o Ceará e o Rio de Janeiro

    A desconfiança em tudo que os governantes decidem (ou em quase tudo!) se fundamenta exclusivamente na diferença de procedimento. Quem não sabe que a criminalidade está cada vez mais divulgada nos meios midiáticos é porque não tem tempo ou não se interessa pelo que está a sua volta. No entanto, a...
  • 19/02/2018 - Política

    O problema do Brasil é desrespeito às leis

    O decreto de intervenção militar no Rio desperta a velha rixa entre o bem e o mal. Para início de conversa reitero que sou um democrata convicto. “Democrata radical”, como se o termo servisse de base para qualquer interpretação diferente daquilo que penso, e expresso, em defesa do sistema...
  • 17/02/2018 - Política

    A política deve ser satanizada

    Em viagem a Washington, o vice- residente do STF, José Antônio Dias Toffoli afirma “Judiciário não deve satanizar políticos”. A partir dessa afirmação, interessei-me pelo corpo da matéria. Primeiro para saber o que ele estava fazendo nos Estados Unidos. Se em missão oficial ou gozando de suas...
  • 16/02/2018 - Política

    Anatel marca reunião extraordinária

    Na próxima quinta-feira está marcada uma reunião extraordinária do conselho diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) cujo objetivo é debater o acompanhamento do processo de recuperação judicial da OI. Dito encontro será fechado ao público “por se tratar de assunto sigiloso”. Ao...
  • 15/02/2018 - Política

    Voltamos à rotina. Na pauta: a Previdência

    Tudo o que está acontecendo no Brasil traz, em primeiro plano, a próxima eleição. Não pensem que a defesa das reformas por parte da base do governo não está inserida no receio dos parlamentares de serem “corridos” pelas urnas. Agora não se trata mais do tema em si. Agora, os parlamentares da...
  • 14/02/2018 - Política

    Carnaval: expressão da cultura popular

    Para quem assistiu, parte ou todo, às imagens do carnaval brasileiro, deve ter sentido, como eu senti, orgulho de aqui ter nascido. Não pelo espetáculo em si, mas para a verdadeira aula de história que, creio, estão ausentes em nossos bancos escolares. O espetáculo já é reconhecido no mundo...
  • 10/02/2018 - Política

    Jogar para a torcida é a prática política

    Havia escolhido, para a coluna de hoje, abordar temas relacionados ao carnaval. Somente ao carnaval. Infelizmente, decisões de governos ou de autoridades do Judiciário não me deixam margem para que ocupe todo o espaço de hoje, com a maior festa popular que é o carnaval brasileiro. A partir da...
  • 09/02/2018 - Política

    Culpar os outros é mais fácil do que assumir

    Essa prática não é nova. Todo o governo que assume, ao enfrentar a primeira dificuldade, coloca a culpa no governo que o antecedeu. É claro, se ele for de partido adversário. Se for companheiro quem recebe o cargo por voto popular, engole em seco e deixa para lá. Poucos são os casos do “fogo...
  • 08/02/2018 - Política

    Por muito menos, Vargas deu um tiro no peito

    Realmente, nós estamos mal representados no governo central. A frase que abre a coluna de hoje foi proferida por Carlos Marun. Não deveria ser levada em consideração, porque a história do Marun não merece que se perca tempo em contestar. Mas quem cala consente. O simples passado político do...
Exibindo 1 a 10 de 1594 resultados encontrados
  • Página de 160
Clique TV
Novo Polo na Tterrasul
Assista também:
Casa & Conforto
Clique Social

Coluna Social

 “Precisamos entender que dor é algo bastante particular a cada ser e não nos cabe julgamento sobre o tamanho do sofrimento de cada um.”
Verdade...

Notícias mais lidas do dia

Clique Horóscopo

Áries

Sol e vens continuam seu caminho unidos em leão ainda motivando seu coração. Lua e mercúrio em virgem melhoram as relações de trabalho e possibilitam acordos de negócios. planos e projetos em alta.

Touro

Mercúrio e lua em virgem e ainda seu regente unido ao sol em leão abrem espaços em sua vida para um novo amor entrar. Se já for comprometido, melhora sensivelmente seu relacionamento. Finanças em alta.

Gêmeos

Seu regente entra em virgem e sua capacidade intelectual e mental aumentam sensivelmente. A fase é ótima para rever assuntos relacionados à sua família ou a questões domesticas. Comunicação em alta.

Câncer

Venus e sol unidos em leão continuam trazendo benefícios à sua vida financeira. O momento é ótimo também para pequenas viagens e assuntos de trabalho relacionados à comunicação. Amor em fase neutra.

Leão

Venus e sol em seu signo continuam agindo positivamente em sua vida, especialmente a amorosa e financeira. Mercúrio unido à lua aumenta ainda mais as possibilidades de bons acordos de negócios e ganhos financeiros.

Virgem

Mercúrio e lua em seu signo melhoram o astral que anda meio baixo, com queda de energia. Procure relaxar e manter-se protegido de ambientes e pessoas carregadas. A fase é ótima para acordos comerciais e a comunicação.

Libra

Mercúrio e lua em virgem derrubam sua energia, apesar das demandas sociais. A fase é ótima para a reflexão e a meditação. Seu regente unido ao sol em leão abrem portas para novos contatos comerciais.

Escorpião

Mercúrio e lua em virgem mobilizam sua vida social e amizades neste período. Venus e sol unidos em leão ainda beneficiam sua carreira e vida profissional. A fase é ótima para a comunicação e novos contratos.

Sagitário

O sol e Venus em leão continuam ativando seus estudos e as viagens podem se tornar seu foco neste momento. Carreira e vida profissional em alta, com possibilidade de novos projetos ou propostas de trabalho.

Capricórnio

Mercúrio e lua em virgem aceleram seus projetos e planos futuros e assuntos relacionados a viagens longas e contato com estrangeiros. Fase de grande otimismo e espiritualidade renovada. Amor em alta.

Aquário

Venus e sol em leão continuam mobilizando contatos e parcerias e melhorando seus relacionamentos afetivos e de amizades. A fase é das melhores. Cuidado apenas para não se deixar levar por pensamentos negativos.

Peixes

O trabalho continua sendo beneficiado pela passagem de Venus e do sol pelo signo de leão. Mercúrio e lua em virgem mobilizam seus relacionamentos pessoais e parcerias comerciais. Amor em alta.