Bagé / RS, Sexta-feira, 24 de Fevereiro de 2017
Siga-nos:

Colunistas

Edgar Muza | Bagé/RS
Coluna: Política
Perfil: Radialista, comentarista de política e de notícias de geral. Liderança reconhecida nas áreas de saúde e de Carnaval.
Política

O vale tudo na política continua acelerado

Alguns políticos brasileiros, na busca do poder, usam de todos os meios disponíveis. E não se importam se estão sendo ridículos. Todos sabem que o governo Temer foi formado em cima de “areia movediça”. A base aliada não é tão aliada quanto parece. Tem gente de olho nos cargos e nas benesses do governo. A eleição para um mandato tampão, de Rodrigo Maia, foi articulada pelo palácio, lá no início de seu mandato como presidente, aprovado pelo Congresso. Quando Eduardo Cunha deixou de ter “serventia” e foi cassado pelos deputados. Pois bem, o mandato tampão do Maia termina no início de fevereiro. Tem que haver eleição para escolha do novo presidente, que comandará a Câmara de Deputados até 2018. A guerra está estabelecida. Apareceram três ou quatro candidatos para o cargo. Isso, no português bem claro, mostra que a composição para a derrubada de Dilma terminou. Atingido o objetivo, cada um quer disputar a “teta”. Em uma campanha, seja ela qual for, quando existe disputa pelo cargo, forçosamente deixa sequelas. Uma das justificativas de Eduardo Cunha para propor a saída do PMDB do governo Dilma foi exatamente porque o governo lançou candidatura própria, para concorrer com a dele que também fazia parte da base de Dilma. O Temer, cobra criada, não está dando respaldo aberto ao Maia, mas está com ele. Pois bem, nesta briga de “foice no escuro”, o deputado Federal Rogério Rosso (PSD) entra em campo pela presidência, com tudo que é arma que ele entende como válida para atingir seu objetivo. Ontem, ele lançou sua candidatura nas redes sociais, vestindo uma camiseta da Chapecoense. A justificativa para tal decisão desperta no cidadão comum, o sentimento de raiva. Leiam: “Decidi usá-la para demonstrar que o país precisa de “união de verdade” e que sua plataforma é por uma Câmara mais forte e independente”. Usar uma catástrofe, que comoveu o mundo, para tentar se eleger presidente da Câmara, deveria servir para estudo dos psiquiatras. Se fosse o caso interná-lo no hospício. Precisaria que os atuais internados dessem o amém. Não acredito que dariam. Pois bem, este é o quadro que está sendo desenhado na disputa de um poder forte que é a Câmara dos Deputados. O que vai sobrar desta guerra? O racha da base do governo. É pelo menos o que vislumbro. Concordam?                     
Ronaldo Caiado lança seu nome à presidência
Lembro de sua vinda a Bagé, quando era presidente da UDR. As classes produtoras de todo o Brasil o apoiavam. Tanto é verdade que se elegeu facilmente a cargos nos Legislativos. Hoje, é o líder do DEM no Senado. No final do ano passado, deixou transparecer sua intenção ao afirmar: “O presidente Michel Temer não deveria ter receio diante da possibilidade de renunciar ao mandato e antecipar as eleições de 2018”. As informações da imprensa dão conta que Caiado, teria autorizado ao deputado Ônix Lorenzoni a trabalhar sua candidatura. Para tal, será convocada reunião da executiva nacional do partido logo na volta do recesso. O efeito Donald Trump, que derrubou todas as pesquisas de intenção de votos, mostra que o povo não está mais apoiando os governantes que até agora sentaram na cadeira presidencial. No Brasil, com o fracasso dos partidos populares, a tendência é a mesma. É neste vácuo que entra o Caiado. Com certeza, as classes produtoras e os grandes empresários lhe darão o respaldo nesta possível candidatura. Gostem ou não, ele é um candidato de peso. É claro que terá que passar pelo crivo do partido. Não posso esquecer que o Rodrigo Maia, que também está “batendo asas” em direção à cadeira presidencial, faz parte da mesma sigla partidária. Pois bem, mas devemos analisar o “conselho” que deu ao Temer: “Não tenha receio de renunciar”. Será que o Caiado sabe alguma coisa a respeito da possibilidade da cassação da chapa vencedora Dilma/Temer, pelo TSE? Quem dá este conselho é porque sabe algo que nós não sabemos. Será que o casamento do Congresso com Temer não passou da lua de mel? Já se nota, embora em recesso, que as forças políticas que compõe a base de Temer estão brigando pelas tetas. E isso causa divisão. Contudo, divisão causa a incerteza de que os projetos do governo não passarão facilmente. Vai depender de negociação. Negociação passa por liberação de recursos ou cargos. Ou ambos. Dinheiro não há. Ou há? O importante é que os políticos, aqueles que ainda não foram denunciados como recebedores de auxílio de campanha saiam da toca e se candidatem. O que não podemos é ficar na dependência de decisões judiciais para conhecermos novos candidatos e suas pretensões. Faltam apenas dos anos. Certo?    
 

Comente essa notícia
Exibindo 1 a 10 de 1302 resultados encontrados
  • 23/02/2017 - Política

    Financial Times: Michel Temer corre risco

    De ser cassado. É a conclusão a que chega o jornal britânico, analisando as denúncias da Odebrecht,que atinge não só o governo brasileiro como muitos da América Latina. No Peru, por exemplo, o atual presidente, Pedro Pablo Kuczynski, telefonou para o presidente dos EUA, Donald Trump, na semana...
  • 22/02/2017 - Política

    Economia e política: dois em um

    O dia a dia de um país, para “quem tem tempo” de acompanhar o noticiário da imprensa, é apresentado de uma maneira pelo governo que, não critico, precisa mostrar otimismo para evitar o pior. Mas a realidade nem sempre confirma esse otimismo. Aí vem o aspecto político e, claro, aflora na mente...
  • 21/02/2017 - Política

    A imprensa na ótica de quem é governo

    Grande parte dos políticos tem por prática a análise da imprensa de acordo com sua posição nos governos. Tudo o que for dito (jornal, rádio e televisão) em relação ao governo estabelecido, se for de elogio às decisões, tem a repulsa da oposição e o aplauso da situação. O Brasil, nas últimas...
  • 20/02/2017 - Política

    A democracia não é imposta, se conquista

    Isso leva tempo. Muito tempo. Como já tenho declarado neste espaço, domingo é dia muito difícil de encontrar tema para abordar. Todos tiram para descansar. A família, muitas vezes, “abandonada” durante a semana de trabalho, usa o descanso semanal para se reunir. E isso tem que ser respeitado...
  • 18/02/2017 - Política

    Ainda faltam pequenos valores

    Mas o pior já passou. O governo do Estado cumpre promessa feita no início do ano. Praticamente zera a conta com os prestadores de serviço em saúde do Estado. Na próxima segunda-feira, estará na conta do Estado o empréstimo junto ao Banrisul, que complementará o pagamento do atrasado. Apenas para...
  • 17/02/2017 - Política

    Tá afinado o violão com a gaita: segue o baile

    Todos são iguais perante a lei. Que bonito e justo, se fosse seguido à risca. Mas não é. Alguns são “mais iguais que outros”. A Suprema Corte de um país, no caso em apreço é o Brasil, está formada para defender ou punir os políticos com o tal “foro privilegiado”, que nada mais é que separar a...
  • 16/02/2017 - Política

    A lógica anda distante das cabeças

    Não é necessário ter jogado futebol para discutir o tema. Não é exigência ter sido militar para saber manusear uma arma. Nada impede o cidadão de comentar turfe porque ele não sabe andar a cavalo. Quantas pessoas comentam corrida de automóveis, fórmula um ou outra qualquer, sem nunca ter...
  • 15/02/2017 - Política

    Me engana que eu gosto, me engana

    Nada melhor que um dia após o outro. Quem não sabe a guerra estabelecida quando o governo Lula começou um movimento para controlar a imprensa? Em regime democrático a imprensa é livre. Ela tem regras a seguir e, se não respeitar o que diz a lei, pode ser punida. A Justiça está aí para corrigir...
  • 14/02/2017 - Política

    A bola da vez é Alexandre de Moraes

    Que eu lembre, nunca um candidato a ministro do Supremo teve tanta “contrariedade”, publicada pela imprensa, quanto o atual. Descobrem coisas que deveriam estar “guardadas” a sete chaves e trazem agora a público. Pois bem, ontem, em reportagem no Jornal do Brasil, apareceu uma matéria (com...
  • 13/02/2017 - Política

    O cidadão sente vergonha de ser honesto

    No início da manhã de ontem, dedilhando o computador em busca de informações para embasar a coluna de hoje, resolvi dar uma olhada pela janela do pequeno escritório. Sol brilhando lá fora, por entre sombra das árvores, escutando o cantar dos passarinhos, veio à mente, outra vez, a figura de Rui...
Exibindo 1 a 10 de 1302 resultados encontrados
  • Página de 131
Enquete

Há poucos dias o Supremo Tribunal Federal decidiu que presos em situações degradantes têm direito a indenização por danos morais. A decisão foi unânime após o caso de um preso que ganhou o direito de receber R$ 2 mil em danos morais após passar 20 anos em um presídio em Corumbá, no Mato Grosso do Sul. Você concorda com a decisão da mais alta corte do país?

  • NÃO. O Estado brasileiro sofre uma grave crise econômica para que se possa “pagar” indenizações para todo o preso que se achar em uma situação degradante. Essa decisão abre jurisprudência e não será dessa forma que os governos irão resolver a situação precária dos presídios. Deve-se atualizar o Código Penal e redirecionar recursos para mais segurança à sociedade.
    ( 78.6% )
  • SIM. É notório que a superlotação e as péssimas condições dos presídios brasileiros acabam por não recuperar grande parte dos apenados que retornam ao crime. O Estado deve repensar o sistema prisional do país para que não ocorram mais rebeliões como no Norte e Nordeste, nem sejam espaços de domínio de organizações criminosas. A decisão é um recado do Judiciário para que os governos invistam em novas prisões.
    ( 21.4% )
Ver resultado parcial
Quero votar
Clique TV
Show - Guri de Uruguaiana - Bagé
Assista também:
Operação "Lenhador" prende homem acusado de liderar o tráfico de drogas na região da Campanha
Clique Social

Coluna Social

Divulgação/FS

NADA de discussões, papo político partidário nenhum. A música era a convidada de honra. O maestro Joab Muniz falou de seu projeto de construção do...

Notícias mais lidas do dia

Clique Horóscopo

Áries

Sol e vens continuam seu caminho unidos em leão ainda motivando seu coração. Lua e mercúrio em virgem melhoram as relações de trabalho e possibilitam acordos de negócios. planos e projetos em alta.

Touro

Mercúrio e lua em virgem e ainda seu regente unido ao sol em leão abrem espaços em sua vida para um novo amor entrar. Se já for comprometido, melhora sensivelmente seu relacionamento. Finanças em alta.

Gêmeos

Seu regente entra em virgem e sua capacidade intelectual e mental aumentam sensivelmente. A fase é ótima para rever assuntos relacionados à sua família ou a questões domesticas. Comunicação em alta.

Câncer

Venus e sol unidos em leão continuam trazendo benefícios à sua vida financeira. O momento é ótimo também para pequenas viagens e assuntos de trabalho relacionados à comunicação. Amor em fase neutra.

Leão

Venus e sol em seu signo continuam agindo positivamente em sua vida, especialmente a amorosa e financeira. Mercúrio unido à lua aumenta ainda mais as possibilidades de bons acordos de negócios e ganhos financeiros.

Virgem

Mercúrio e lua em seu signo melhoram o astral que anda meio baixo, com queda de energia. Procure relaxar e manter-se protegido de ambientes e pessoas carregadas. A fase é ótima para acordos comerciais e a comunicação.

Libra

Mercúrio e lua em virgem derrubam sua energia, apesar das demandas sociais. A fase é ótima para a reflexão e a meditação. Seu regente unido ao sol em leão abrem portas para novos contatos comerciais.

Escorpião

Mercúrio e lua em virgem mobilizam sua vida social e amizades neste período. Venus e sol unidos em leão ainda beneficiam sua carreira e vida profissional. A fase é ótima para a comunicação e novos contratos.

Sagitário

O sol e Venus em leão continuam ativando seus estudos e as viagens podem se tornar seu foco neste momento. Carreira e vida profissional em alta, com possibilidade de novos projetos ou propostas de trabalho.

Capricórnio

Mercúrio e lua em virgem aceleram seus projetos e planos futuros e assuntos relacionados a viagens longas e contato com estrangeiros. Fase de grande otimismo e espiritualidade renovada. Amor em alta.

Aquário

Venus e sol em leão continuam mobilizando contatos e parcerias e melhorando seus relacionamentos afetivos e de amizades. A fase é das melhores. Cuidado apenas para não se deixar levar por pensamentos negativos.

Peixes

O trabalho continua sendo beneficiado pela passagem de Venus e do sol pelo signo de leão. Mercúrio e lua em virgem mobilizam seus relacionamentos pessoais e parcerias comerciais. Amor em alta.